Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Contrato de compra do porta-helicópteros Mistral não foi anulado


Uma fonte militar francesa admite que o contrato de compra pela Rússia do porta-helicópteros Mistral não terá sido rescindido, embora esteja “pendente”. A empresa construtora assevera ainda que o primeiro navio “já está pronto e prestes a ser posto em serviço”.

A informação foi facultada por um representante do Ministério da Defesa da França que pediu anonimato e que, comentou, dessa forma, uma declaração do vice-premiê russo, Dmitri Rogozin, segundo o qual o Rosoboronexport teria recebido um convite de assistir à cerimónia de entrega do navio em causa e de lançamento do segundo Mistral, destinado à Marinha de Guerra da Rússia.

Enquanto isso, um representante da companhia STX (os estaleiros navais Saint-Nazaire, responsáveis pela construção) que participou da feira Euronaval-2014, disse à RIA Novosti que a sua empresa estaria pronta a entregar à parte russa o primeiro porta-helicópteros Mistral.

“Os sistemas do vaso de guerra já foram testados e funcionam muito bem”, disse comentando a declaração de Rogozin.


Voz da Russia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]