Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Em Curitiba, simpósio debate desafios da coordenação de uma operação SAR


Os desafios da coordenação de uma Operação SAR nos casos de Incidentes Offshore norteiam os debates do 1° Simpósio de Busca e Salvamento. O evento será realizado nesta  quarta e quinta-feira (5 e 6/11), no Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA 2), em Curitiba (PR).
 
Cerca de 220 pessoas devem participar do evento, que é direcionado à militares dos elos de coordenação e de execução do Sistema de Busca e Salvamento Aeronáutico Brasileiro (SISSAR), além de representantes da Marinha do Brasil e das Forças Auxiliares, como Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Segundo o coordenador do evento, Capitão-Aviador Bruno Olimpio de Morais Strafacci, o objetivo do simpósio é buscar uma eficácia maior do SISSAR, principalmente na prestação do serviço durante incidentes em operação offshore (transporte entre o continente e as plataformas petrolíferas no mar).
Entre os palestrantes estão profissionais da FAB, Petrobrás, Agusta Westland, Centro Conjunto de Coordenação de Salvamento de Halifax (Canadá), Guarda Costeira dos EUA, Justice Institute of British Columbia e CHC Helicopters. 

Promovido pelo Centro de Coordenação de Salvamento de Curitiba, o evento englobará profissionais envolvidos com a prestação do serviço SAR no Brasil e no exterior. Embasado nas recomendações do Anexo 12 da Convenção de Aviação Civil Internacional e pelo Manual Internacional Aeronáutico e Marítimo de Busca e Salvamento, o simpósio foi planejado com temas modernos e atuais relacionados, principalmente, com a evolução doutrinária e tecnológica na prestação do serviço SAR nas bacias petrolíferas do Brasil e do mundo.

FAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]