Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Estudantes do ITA cursam disciplina no Centro de Lançamento de Alcântara


O objetivo foi proporcionar aos alunos uma visão prática sobre o CLA.

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) recebeu, nos dias 10 e 11 de novembro, sete estudantes do quinto ano do curso de Engenharia Aeroespacial do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). A visita teve o objetivo de proporcionar uma visão prática de campo sobre a organização militar da Força Aérea Brasileira (FAB), responsável pelo lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais.

As atividades começaram com a apresentação institucional do CLA com informações sobre o mercado mundial de encomendas de lançamentos, produtos e serviços relacionados ao setor aeroespacial, investimentos governamentais na área, principais centros do mundo e características dos lançamentos suborbitais e orbitais. A apresentação destacou ainda o histórico da atividade aeroespacial no país, organograma sistêmico das instituições relacionadas ao setor, infraestrutura atualmente disponível, últimos avanços e principais operações de lançamento realizadas em Alcântara.


Na sequência, os alunos visitaram as estações de Meteorologia, Telemedidas (coleta de dados em voo) e Radar Adour (rastreio de trajetória e localização) que trabalham nas operações de lançamentos fornecendo informações necessárias para o êxito das missões. No Setor de Preparação e Lançamento (SPL), foram visitados o Centro de Controle Avançado (CAV), também conhecido como Casamata, que abriga próximo às plataformas de lançamento as equipes responsáveis pela montagem, transporte, integração dos veículos aeroespaciais junto aos lançadores.


A visita no SPL foi encerrada na Torre Móvel de Integração (TMI), a plataforma de operações do Veículo Lançador de Satélite (VLS), maior foguete de fabricação nacional, que terá capacidade de colocar satélites em órbita a partir do CLA. Os alunos também conheceram o Centro de Controle, o local que coordena todas operações de lançamento por meio de sistemas integrados as demais estações do Centro.


Curso – A graduação em Engenharia Aeroespacial tem duração de cinco anos, sendo uma das seis graduações oferecidas pelo ITA, instituição de ensino superior pública ligada ao Comando da Aeronáutica e localizada no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), na cidade paulista de São José dos Campos. Criado em 1950, o ITA é reconhecido internacionalmente nas áreas de ciência e tecnologia no setor aeroespacial e considerado um centro de referência no ensino de engenharia no Brasil. O ingresso se dá anualmente por meio de concurso vestibular com exames de Física, Português e Inglês, Matemática e Química, conforme edital divulgado no Portal da FAB.

Em Alcântara, os futuros engenheiros do ITA também cumpriram carga horária da disciplina “Integração e Lançamento de Veículos Aeroespaciais”, que compõe a grade curricular do curso de Engenharia Aeroespacial.

FAB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]