Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 2 de novembro de 2014

NAVANTIA firma contrato para desenvolver as novas fragatas australianas do programa Sea 5000

Navantia assinou com o contrato com o DMO australiano para a realização dos RRDS (Risk Reduction Design Study), de seu programa para a fragata do futuro chamado, programa SEA 5000.

O contrato foi assinado na sede da DMO em Canberra por Francisco Baron, diretor da Navantia na Austrália e Paddy Fritzpatrick, diretor de Programas Navais do DMO. A gestão e coordenação das atividades no âmbito deste contrato serão realizadas a partir do centro de operações da Navantia em Adelaide, aberto há algumas semanas.

O contrato, que terá cerca de nove meses para analisar o impacto da instalação de um radar CEAFAR australiano e um sistema de comando e controle da Saab no futuro navio, baseados no projeto da fragata F-105 e cumprir uma série de requisitos específicos Australianos.

Esta é a primeira etapa do programa de aquisição de futuras fragatas para a Royal Australian Navy, da qual está prevista a construção de oito unidades. Estes estudos destinam-se a demonstrar a viabilidade em atender todos os requisitos operacionais da Marinha australiana e fazer uma avaliação do impacto sobre o projeto a fim de introduzir novos requisitos ao navio. Uma vez finalizados os estudos, iniciará uma nova fase para desenvolver uma documentação mais ampla e adequada para o contrato de aquisição, que poderá chegar a um ano.

O governo australiano está empenhado em construir navios nos estaleiros da australianos em Adelaide, onde estão sendo construídas as fragatas tipo AWD, projetados pela Navantia a partir da fragata F-100. 

É importante ressaltar que o aparecimento da comunalidade de sistemas e equipamentos com os outros navios da marinha australiana, é sem dúvida, um ótimo argumento competitivo para a Navantia, reforçando as suas opções em outros programas que Navantia está optando.

Este é um programa fundamental para a Navantia cuja complexidade e volume fornece um sinal de confiança do governo australiano na Navantia e sua capacidade de design. Significa manter uma atividade importante por mais de 15 anos na Austrália, bem como ter a oportunidade de gerar uma variante da fragata F-100, que pode ser realmente muito atraente no mercado internacional.

( Defensa.com ) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]