Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Agência dos EUA orienta crianças a como pilotar drones de forma segura


Veículos aéreos não tripulados viraram presente de Natal no país. Crianças são orientadas a pilotar drone com até 25 kg e abaixo dos 122 m.

A agência dos Estados Unidos responsável pela aviação civil iniciou uma campanha para informar crianças que receberão drones como presente de Natal a pilotar as aeronaves de forma segura. A preocupação aumentou conforme os veículos aéreos não tripulados (vants) saíram da esfera militar, entraram na vida cotidiana e se tornaram cobiçados brinquedos no fim do ano. A iniciativa é encampada também pela indústria. O grupo lançou nesta segunda-feira (22) uma página e um vídeo com dias de como voar (assista acima, em inglês).

Entre as recomendações da Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês), está a de voar abaixo dos 400 pés, o equivalente aos 122 metros. A título de comparação, a pirâmide de Gizé tem 455 pés, ou 138 metros. O vant deve ter até 55 libras, ou 25 kg.

A agência sugere ainda que as crianças não pilotem drones além de seu raio de visão, próximos a aeroportos, aviões tripulados, pessoas ou estádios. Antes de voarem, devem inspecionar os equipamentos e aprender a manobrar.  A FAA recomenda ainda que as crianças pilotem por diversão e não com propósitos comerciais, a não ser que seja especificamente autorizado pela FAA.

No Brasil

No Brasil, a legislação atual proíbe voos de drones em áreas habitadas e próximos a aeroportos. É necessário ter uma autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para o modelo operar com condições de segurança

As normas exigem também que, antes do voo, o usuário deve informar à Aeronáutica o trajeto que fará, que pode ser autorizado ou não. O objetivo é evitar o risco de colisões com helicópteros e aviões.

Atualmente, apenas sete drones civis possuem autorização para voo no país. Nenhum deles são brinquedos. Para facilitar as operações no Brasil, a Anac pretende, para o início de 2015, divulgar uma nova legislação que permita, com exigências menores, voos de drones de até 25 quilos em lugares públicos a até 400 pés (cerca de 120 metros) de altitude, mas haverá critérios técnicos, de segurança, preparação dos pilotos e de privacidade que deverão ser cumpridas.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]