Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Escola Naval realiza formatura dos novos guardas-marinha


Rio de Janeiro (RJ), 08/12/2014 - Ao som da canção "Sentinela dos Mares", os 181 aspirantes da turma almirante Felinto Perry cruzaram o Portão da Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição de Villegagnon, da Escola Naval, no Rio, no último sábado (6). Era o início da formatura que os consagraria como guardas-marinha. O ministro da Defesa, Celso Amorim, presidiu a cerimônia.

Os novos guardas-marinha concluíram um ciclo de estudos de nível superior iniciado em 2011. Em meados de 2015, farão uma viagem de instrução por seis meses a bordo do navio-escola Brasil - quando complementarão sua formação de profissional naval.

Após a experiência no navio-escola, os aspirantes se tornarão oficiais de carreira na Marinha do Brasil.

Entre os formandos, 121 optaram pelo Corpo da Armada, responsável pelo comando de navios, submarinos, esquadrões de aviões e helicópteros, máquinas, armamentos e outras embarcações.

Outros 33 serão fuzileiros navais, quando exercerão funções de comandar forças navais anfíbias, de mergulho e de combate.


Os 27 que escolheram a Intendência exercerão cargos relativos à aplicação e ao preparo do Poder Naval, visando ao atendimento das atividades logísticas e das relacionadas com economia, finanças, patrimônio, administração e controle interno.

Além dos guardas-marinha brasileiros, a Escola Naval formou quatro estrangeiros: três alunos da Bolívia e um da Namíbia.



Tradição e renovação

Em seu pronunciamento, o ministro da Defesa, Celso Amorim, disse que a Escola Naval sempre dá lições sobre as tradições e a renovação da Marinha do Brasil.

O ministro também lembrou a inauguração, no próximo dia 12/12, do estaleiro que servirá para a construção dos cinco novos submarinos que comporão a Armada brasileira - inclusive o de propulsão nuclear. As instalações são em Itaguaí, no sul fluminense.

Os primeiros colocados de cada Corpo receberam suas espadas dos almirantes paraninfos. O aluno Rodrigues Lages foi o primeiro colocado do Corpo da Armada. O aspirante Cunha Marques ocupa a primeira posição na Intendência; e o guarda-marinha Fandiño, no Corpo de Fuzileiros Navais.

Em seguida, os familiares trocaram as platinas do uniforme dos guardas-marinha, enquanto duas aeronaves AF-1 Skyhawk sobrevoavam o local saudando o público.

Além do comandante da Escola Naval, almirante Marcelo Francisco Campos, estiveram presentes à cerimônia o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), general José Carlos De Nardi; o comandante da Marinha, Julio Soares de Moura Neto; o comandante do Exército, general Enzo Martins Peri; e o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito; e a chefe de gabinete do ministro da Defesa, Lívia Cardoso; entre outras autoridades civis e militares.

Viagem de instrução


Ao término da jornada, visitando países como Alemanha, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Inglaterra, Itália e Portugal, o guarda-marinha é nomeado segundo-tenente e está apto a exercer funções em navios, bases e unidades da Marinha do Brasil.

A viagem tem por finalidade estabelecer contatos com outros povos, aprimorar a cultura e formação humanística e agregar conhecimentos necessários ao bom desempenho nos primeiros postos da carreira.

Ministério da Defesa
Foto: Jorge Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]