Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Nexter, Thales e RTD apresentam os blindados Griffon e Jaguar


No passado dia 5 de Dezembro, o consórcio Francês formado pelos fabricantes Nexter Systems, Thales Communications & Security e Renault Trucks Defense (RTD), apresentou nas instalações da 27ª Brigada de Infantaria de Montanha (27e Brigade d´Infanterie de Montagne) em Varces-Allières-et-Risset na presença do Ministro da Defesa Francês, Jean-Yves Le Drian, do responsável pela DGA (Direction Générale de l´Armement), Laurent Collet-Billon e do Chefe de Estado-Maior do Exército, General de Exército Jean-Pierre Bosser os futuros veículos blindados 6x6 do Exercito Francês.

Agora que foi anunciada a atribuição pela DGA de um contrato de 752 milhões de euros para o desenvolvimento dos Griffon e Jaguar, originalmente designados por VBMR (Véhicule Blindé Multi-Rôles) e EBRC (Engin Blindé de Reconnaissance et de Combat) respectivamente, o consórcio formado em Janeiro de 2014 poderá em breve prosseguir com os trabalhos de desenvolvimento mais profundos, construção dos protótipos e bancos de testes, condução dos testes, implementar os procedimentos de avaliação e qualificação e as realização das entregas. O Griffon substituirá os veículos da família VAB (Véhicule de l’Avant Blindé) com mais de 3000 unidades em diversas configurações em serviço, e o Jaguar os 256 AMX-10RCR armados com a peça F2 de 105 mm, 160 ERC-90D Sagaie armados com a peça F4 de 90 mm e os VAB HOT armados com mísseis anti-carro. 


No âmbito do projecto EBMR (Engin Blindé Multi-Rôles), uma operação do programa SCORPION (Synergie de COntact Renforcée par la Polyvalence et l'InfovalorisatiON) de modernização do exército, este receberá em duas fases 1722 viaturas modulares multi-tarefas Griffon e 248 viaturas de reconhecimento e combate Jaguar para modernizar progressivamente e profundamente os Agrupamentos Tácticos Inter-armas ou Groupement Tactique Interarmes (GTIA).

A Nexter Systems será responsável por desenvolver e produzir a estrutura das viaturas Griffon e Jaguar que incluí o casco, as soluções de protecção balística, o sistema de protecção QBRN e ainda a torre T40M do Jaguar. O fabricante procederá ainda à montagem final dos sistemas e actua como autoridade de desenho do Jaguar.

A RTD desenvolverá e produzira os sistemas de mobilidade, incluindo motores da Volvo Penta (MDE8 de 400 cavalos no Griffon e MD11 de 490 cavalos no Jaguar), transmissão automática da ZF Friedrichshafen, suspensão, direcção, sistema de travagem, sistema eléctrico, meios de testes, grupos auxiliares de potência e estações de armas remotamente controladas. A gestão e distribuição das peças sobressalentes são também da responsabilidade da RTD.  



A Thales desenvolverá e produzirá a arquitectura electrónica, os sistemas de comunicações (rádios tácticos e intercomunicadores), observação perimétrica, navegação e de alerta de todos os veículos. Para a configuração de observação avançada de artilharia Griffon VOA (Véhicule d’Observation de l’Artillerie), a empresa fornecerá um mastro telescópico equipado com um sensor eletro-óptico de observação diurna e nocturna e um designador laser, acoplado ao radar de vigilância Ground Observer 12 (GO 12). As três empresas actuam em conjunto como autoridade de desenho do Griffon. Outras empresas como a MBDA France, Optrolead, Texelis e Sagem participam no programa na qualidade de fornecedores de subsistemas.

Está previsto que o Griffon seja produzido em 6 versões, incluindo transporte de tropas, ambulância, posto de comando e observação de artilharia. Na configuração de transporte de tropas ou Griffon VTT (Véhicule de Transport de Troupes), o veículo oferece um peso de 23.6 toneladas, um comprimento de 6.5 metros e uma largura de 2.5 metros. Serão construídos 6 protótipos com o primeiro concluído em 2016. Os veículos receberão uma estacão de armas remotamente controlada armada com metralhadoras de 12.7 ou 7.62 mm ou um lança granadas automático de 40 mm, e duas metralhadoras de 7.62 mm montadas em reparos. O consórcio prevê entregar o primeiro Griffon VTT de produção em Novembro de 2018.



Do Jaguar apenas existirá uma versão que incorporará características modulares já que alguns dos sensores e actuadores da torre poderão ser trocados consoante a missão empreendida. 

Tipicamente a torre T40M da Nexter Systems incorporará o sistema de armas automático CTA International CTAS (Cased Telescoped Armament System) de 40 mm, uma estação de armas remotamente controlada armada com uma metralhadora de 7.62 mm, um lançador duplo de mísseis MBDA France MMP (Missile Moyenne Portée), lança-granadas GALIX de 80 mm, dois sensores eletro-ópticos Sagem PASEO, dois imageadores térmicos de apoio ao comandante e uma estação meteorológica automática. Opcionalmente, a torre poderá receber tecnologias não letais, protecção balística adicional e um sistema de protecção activa. O primeiro de três protótipos previstos estará disponível em 2017 e as unidades iniciais entregues em 2020. O veículo oferece um peso em torno das 25 toneladas, um comprimento de 7.1 metros, uma largura de 2.9 metros, uma velocidade máxima de 90 km/h e uma autonomia de 80 km.

O Griffon e Jaguar receberão ambos um inibidor de transmissão Thales BARAGE (Brouilleur Actif et Réactif avec GoniométriE), o sistema de comunicações tácticas CONTACT (COmmunications Numérisées TACtiques et de ThéâtrE), uma versão modificada do sistema Thales Antares de vigilância perimetrica, um sistema de alerta, um sensor acústico de detecção de disparos ACOEM PILARw, e o sistema de informações SICS (Système d’Information du Combat SCORPION), primeiro na versão V1 e mais tarde na versão V2. 


(Victor M.S. Barreira)

Fotografia 1: O Exército Francês tomará posse dos primeiros Griffon em 2018 (Nexter/Thales/RTD).
Fotografia 2: Serão produzidas um total de 248 viaturas Jaguar (Nexter/Thales/RTD).
Fotografia 3: Os blindados da família VAB serão substituídos pelo Griffon (Victor M.S. Barreira).
Fotografia 4: Os AMX-10RCR serão substituídos a partir de 2020 (Victor M.S. Barreira).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]