Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sábado, 31 de janeiro de 2015

Venezuela confirma que abateu avião perto de Aruba

Foto: Sergio J. Padrón A.
Da Reuters

Ministro da Defesa negou qualquer violação de espaço aéreo internacional.

'Pacotes' foram achados no mar, mas não foi confirmado se tinham droga.

 A Venezuela confirmou nesta sexta-feira (30) que derrubou um avião civil suspeito em sua costa do Caribe, perto da ilha de Aruba, mas negou qualquer violação do espaço aéreo internacional.

Nsta quinta, autoridades de Aruba, uma ilha semiautônoma que faz parte da Holanda, disseram que uma aeronave que estava sendo perseguida por jatos da Venezuela tinha caído em sua costa, com restos humanos e pacotes de drogas visíveis na água.

Aviões venezuelanos derrubaram a aeronave, que primeiro pousou no Estado de Apure, e então ignorou as comunicações na decolagem, afirmou o ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino, a repórteres.

"Ele não obedeceu às ordens e foi abatido 25 milhas náuticas a nordeste da base (militar) Josefa Camejo, ou seja, em nossas águas territoriais", disse o ministro venezuelano.

"Alguns estão dizendo que violamos o espaço aéreo internacional. Não. Todas as ações militares são tomadas no nosso espaço geográfico para exercer a soberania e independência sob os termos da Constituição."

Padrino não deu mais detalhes sobre vítimas ou o que o avião estava fazendo. No entanto, há vários anos o governo venezuelano operou uma política de abater aviões suspeitos de carregar drogas.

Um comentário:

  1. Sou contra a violência de qualquer jeito mais se não se respeita as leis de seu país, pior não respeita as leis de outros países , recebem ordem para pousar ou advertência ai acontece o que é previsto é derrubado ou morre, fazer o que , ao meu ver as leis foram feitas para serem compridas, não burlas tanto quanto as divinas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]