Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Rodrigo Fragola assume a nova Diretoria de Defesa da ASSESPRO DF


(Papel do executivo será aproximar a indústria nacional de tecnologia de segurança dos órgãos de Defesa e de regulação das compras públicas)

A ASSESPRO DF – Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia do Distrito Federal – acaba de nomear o empresário e especialista em segurança, Rodrigo Fragola, para comandar a sua recém-criada Diretoria Adjunta de Defesa e Qualidade de Software. Nacionalmente, a ASSESPRO DF é responsável pelo relacionamento da Federação ASSESPRO com o setor de defesa.

Rodrigo Fragola é presidente da Aker Security Solutions e vem participando há vários anos de discussões em fóruns empresariais visando o fortalecimento da indústria brasileira de software de segurança. Fragola defende também a formação de parcerias empresa/estado/universidade para fomentar a evolução da indústria local de sistemas de defesa cibernética voltados para a manutenção da soberania brasileira.

De acordo com o executivo, a criação da Diretoria de Defesa e Qualidade de Software acontece no momento em que o Estado Brasileiro dá alguns passos definitivos para melhorar as condições de defesa do País, embora com décadas de atraso. “Só em agosto de 2014 o Ministério da Defesa editou a portaria 2777 que institui o Comando Nacional de Defesa Cibernética (CNDC) e a Escola Nacional de Defesa Cibernética”, comenta. Na análise de Fragola, o CNDC será, a partir deste ano, um instrumento essencial para unificar as políticas de segurança cibernética, hoje dispersas em diferentes órgãos do Exército, Marinha e Aeronáutica, abrindo boa conjuntura para a participação da tecnologia brasileira. 

Como Diretor Adjunto de Defesa e Qualidade, Rodrigo Fragola quer aproximar ainda mais a ASSESPRO DF dos órgãos de segurança e regulamentação de compras estatais para promover uma maior sinergia entre os interesses do Estado e das empresas locais de tecnologia.

De acordo com Marco Tulio Chaparro, Presidente da ASSESPRO DF, “a escolha do novo diretor se baseou na sua expertise e habilidade em difundir a matéria. O Fragola encaixa-se naturalmente no perfil que estávamos buscando por ser um dos precursores na área de segurança e um dos maiores conhecedores do assunto‎ no Brasil”, Afirma Chaparro.

Ainda na visão de Rodrigo Fragola, o Governo Brasileiro vem adotando medidas interessantes, como a certificação CERTICS (que atesta a nacionalidade de tecnologias para efeito de compras estatais) e como a criação do diploma EED (Empresa Estratégica de Defesa), voltado para desenvolvedores brasileiros de insumos para defesa com diferencial tecnológico. 

“Contudo, os processos de aquisição de tecnologia ainda acontecem de forma excessivamente descentralizada, tanto nas Forças Armadas quanto nos órgãos de Governo geral”, comenta ele.

Rodrigo Fragola explica, ainda, que a inclusão da rubrica “Qualidade” no título da Diretoria de Defesa é parte da compreensão da ASSESPRO de que a adoção de tecnologia nacional, por parte das Forças Armadas, está diretamente relacionada à capacidade da indústria local de comprovar patamares de qualidade de processos e de produtos nivelados com o que há de mais maduro em termos internacionais.

AKER.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]