Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Rússia e Irã avançam na cooperação técnico-militar

Ministro da Defesa russo Serguêi Choigu (esq.) fez uma visita oficial ao Irã, onde manteve conversações com seu homólogo iraniano, Hossein Dehghan Foto: AP

Em meados de janeiro, o ministro da Defesa russo Serguêi Choigu fez uma visita oficial ao Irã, onde manteve conversações com seu homólogo iraniano, Hossein Dehghan. No final do encontro, ambos assinaram um documento para intensificação da cooperação bilateral, inclusive no setor de defesa.

“Acreditamos que em primeiro lugar é necessário nos concentrarmos no fortalecimento do quadro jurídico [da cooperação técnico-militar]”, declarou Choigu, após a reunião.

Além de abordar a extensão de visitas de navios de guerra a portos de ambos os países, Moscou e Teerã concordaram em manter as conversações entre governantes, assim como a participação em treinamentos militares como observadores, a troca de experiências para manutenção da paz e cooperação na luta contra o terrorismo.

“Saudamos a intenção do Teerã de cooperar abertamente na questão do Afeganistão, inclusive no âmbito da Organização para Cooperação de Xangai. Tenho observado com satisfação as sérias medidas tomadas pelo lado iraniano para combater o tráfico de drogas do Afeganistão”, disse Choigu.

Segundo o diretor de projetos de informação do Centro-PIR, Andrêi Baklitski, ainda é cedo para falar sobre o verdadeiro significado do acordo assinado sobre cooperação técnico-militar. “O documento ainda não foi aberto ao público e só podemos tirar conclusões a partir das palavras de representantes”, disse Baklitski à Gazeta Russa.

Cabe lembrar que o Irã possui equipamento militar adquirido ainda no período soviético, como, por exemplo, helicópteros MiG-29 e bombardeiros Su-24, que precisam de manutenção.
Bilhões à vista?

A solução satisfatória em torno do problema nuclear contribuirá para a remoção das sanções do Conselho da Segurança das Nações Unidas e devolverá a cooperação técnico-militar com o Irã para o nível do início dos anos 1990. 

Segundo cálculos do Centro de Análise do Comércio Mundial de Armas, no caso de uma retomada total do comércio de armas e equipamento militar com Teerã, o volume da cooperação técnico-militar russo-iraniana poderia alcançar, em médio prazo, até 13 bilhões dólares.

Gazeta Russa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]