Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

segunda-feira, 2 de março de 2015

PBH proíbe slackline e drones no Parque Ecológico da Pampulha

Também foi alterado o horário de funcionamento do parque que, a partir de agora, vai seguir de acordo com duração da luz natural do sol

BERNARDO MIRANDA

O uso de drones e a prática de slackline estão proibidos no Parque Ecológico da Pampulha. A Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte publicou anteontem, no “Diário Oficial do Município” (DOM), a instrução normativa 001/2015 que atualiza as regras para o uso do parque. Os skates e patins continuam proibidos, e a norma confirma a liberação das bicicletas.

O slackline, esporte em que uma fita elástica é presa em dois pontos e as pessoas andam e fazem manobras sobre ela, virou moda entre os frequentadores da orla da lagoa da Pampulha, mas agora sua prática ficará restrita à área fora dos limites do parque.

Também não será permitido o uso de drones, os veículos aéreos não tripulados controlados por controle remoto. Esse tipo de equipamento está cada vez mais barato e popular, mas ainda não há uma regulamentação para uso deles no Brasil e há uma grande preocupação sobre o risco de atrapalhar o uso do espaço aéreo e provocar acidentes em caso de quedas. No texto publicado pela Prefeitura de Belo Horizonte, não há justificativa para as medidas.

Horário

Também foi alterado o horário de funcionamento do parque que, a partir de agora, vai seguir de acordo com duração da luz natural do sol. Entre os meses de outubro e fevereiro, quando está em vigor o horário de verão, o parque fechará às 19h. Já nos meses de março abril e agosto e setembro, o funcionamento vai até às 18h. Entre maio e julho, meses em que anoitece mais cedo, o parque irá fechar as portas às 17h30.

PORTAL O TEMPO (MG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]