Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Brasil e China vão intensificar o intercâmbio entre militares


Brasília, 23/04/2015 – Foi iniciada nesta quinta (23), na sede do Ministério da Defesa em Brasília, a quarta reunião do Comitê Conjunto de Intercâmbio e Cooperação Brasil-China. Um dos objetivos do encontro é criar condições para que aspirantes e oficiais militares possam participar de qualificações, treinamentos e exercícios nas academias militares dos dois países.

Antes da abertura do evento, a delegação chinesa, liderada pelo vice-chefe do Estado-Maior Geral do Exército Popular de Libertação da China, foi recebida pelo ministro Jaques Wagner em audiência. O chefe de Operações Conjuntas do Ministério, almirante Ademir Sobrinho, foi o responsável por dar início à reunião.

“Brasil e China são parceiros ideais em defesa. Nossos países são atores significativos regionais e adotam postura independente no mundo. Possuem desafios e necessidades comuns no campo tecnológico, com grande potencial de cooperação”, afirmou o almirante ao abrir o evento.

As tratativas entre os dois países tem como marco o Acordo de Cooperação em Matéria de Defesa assinado em 2011. O Brasil deverá abrir vagas para aspirantes chineses se qualificarem nas escolas militares nacionais: Escola Naval, Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) e Academia da Força Aérea (AFA).

Também serão oferecidas vagas para oficiais chineses participarem de treinamentos no Brasil sobre Missões de Paz, mobilização em desastres naturais e Guerra na Selva. “O modelo de política de defesa adotado pelo Brasil, baseado em ações de cooperação com outros países, mostra resultados concretos, levando as nações a obterem ganhos concretos que não seriam possíveis por meio de ações isoladas”, disse o chefe de Operações Conjuntas.

O almirante Ademir Sobrinho ressaltou ainda que a cooperação Brasil- China “prevê o incremento de visitas mútuas entre os setores de defesa, a busca por lições sobre assuntos de domínio de ambos os países e o desenvolvimento de cooperação na área industrial de defesa, incluindo a transferência de tecnologia e projetos conjuntos.”

A reunião do comitê Brasil-China prossegue nesta sexta-feira (24) em Manaus (AM).

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]