Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Dois esquadrões de asas rotativas participam de exercícios na Serra do Cachimbo


Estão sendo treinadas missões como o resgate em ambiente hostil

Os Esquadrões Falcão (1°/8°GAV) e Harpia (7°/8°GAV) participam, até o dia seis de junho, de exercícios de simulação de guerra no Campo de Provas Brigadeiro Velloso (CPBV), localizado na Serra do Cachimbo, no Sul do Pará.


As atividades, realizadas pelo Falcão, que é sediado na Base Aérea de Belém (BABE), iniciaram no dia quatro de maio e seguem até o dia 20, com o treinamento de busca e salvamento em área de combate. Chamada de CSAR, da sigla em inglês Combat Search and Rescue, a missão é uma das atividades mais complexas treinadas pelo esquadrão.

A cada dia, equipes compostas por pilotos, mecânicos, artilheiros e homens de resgate participam de um cenário de guerra simulada onde são executadas todas as fases necessárias para o resgate de combatentes atrás das linhas inimigas. Um outro grupo infiltrado próximo à área de resgate, equipado com fuzis, simula a chegada de inimigos, aumentando a complexidade do treinamento e dificultando o cumprimento da missão. A novidade dessa operação é o uso de metralhadoras laterais acopladas às aeronaves H-36 Caracal.

Já o Esquadrão Harpia, com sede na Base Aérea de Manaus (BAMN), entra em ação no dia 18 de maio com o helicóptero H-60 Black Hawk. Além das missões de CSAR com emprego de armamento em estande tático, a unidade realizará a formação de líderes de esquadrilha e de elemento, tripulantes operacionais e a formação dos pilotos que se apresentaram no início do ano. Ambos os esquadrões farão uso dos óculos de visão noturna (NVG, do inglês Night Vision Goggles).

Agência Força Aérea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]