Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sábado, 16 de maio de 2015

Medvedev ordena criação de comissão para identificar responsabilidade na falha do Proton-M


O Primeiro Ministro russo Dmitry Medvedev ordenou a criação de uma comissão para identificar os responsáveis pelo lançamento abortivo do foguete Proton-M, informou em coletiva de imprensa a porta-voz do Primeiro Ministro, Natalia Timakova neste sábado (16).

"O chefe da Roscosmos (autoridade espacial russa) Komarov notificou o Primeiro Ministro por telefone a respeito da situação fora do normal que se seguiu ao lançamento do portador Proton e também sobre suas supostas causas", informou Timakova.

"O primeiro-ministro emitiu uma ordem para criar uma comissão para estabelecer as causas exatas do acidente e em cima dos resultados deste trabalho submeter propostas sobre responsabilidade pessoal e financeira por este acidente", disse.


Um acidente similar com foguete transportador Proton aconteceu exatamente há um ano atrás, em 16 de maio de 2014. O foguete deveria lançar o mais poderoso satélite de telecomunicações da Rússia, o Express-AM4R. De acordo com a informação à disposição da agência espacial russa, o acidente também teria sido devido ao mau funcionamento do terceiro estágio do foguete portador, quando este se encontrava nas camadas superiores da atmosfera, ao 539º segundo do voo.

A causa do acidente do Proton-M poderia ter sido uma falha na montagem do foguete, devido à falta de pessoal qualificado e aos baixos salários.

O Ministério das Situações de Emergência russo declarou que “de acordo com as informações das autoridades locais, não foram achadas partes do foguete, não há danos ou fumo. Não existem ameaças à população ou a estruturas econômicas”.

Sputnik

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]