Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Video - Iraque afirma que número 2 do "Estado Islâmico" morreu em ataque aéreo


Abu Alaa al-Afari teria sido atingido em bombardeio a uma mesquita em Tal Afar, no norte do país, executado pela coalizão liderada pelos EUA. Pentágono não confirma.

 O Ministério da Defesa do Iraque afirmou nesta quarta-feira (13/05) que o segundo no comando do grupo jihadista "Estado Islâmico" (EI), Abu Alaa al-Afari, foi morto num ataque aéreo da coalizão liderada pelos Estados Unidos no norte do país.

video

Afari, também conhecido como Abdul Rahman Mustafa Mohammed, estava numa mesquita perto da cidade de Tal Afar, atingida por um disparo aéreo, disse o porta-voz do ministério, general Tahsin Ibrahim. Ele havia se reunido no local com dezenas de radicais, que também morreram no ataque, disse Ibrahim.

Pouco depois, o Ministério do Interior do Iraque disse que Afari estava na mesquita, mas que não está claro o que aconteceu com ele.

O Pentágono afirmou ter visto os relatos sobre a morte de Afari na imprensa, mas que não pode confirmá-los. O "Estado Islâmico" não se pronunciou. O governo do Iraque já fez anúncios semelhantes antes, que mais tarde se revelaram incorretos.

O Ministério da Defesa não divulgou quando o ataque aconteceu, mas um funcionário disse à agência de notícias AP, sob anonimato, que foi na noite desta terça-feira.

Relatos recentes não confirmados sugeriram que Afari assumira o comando temporário das operações do "Estado Islâmico" depois que o líder do grupo, o autoproclamado califa Abu Bakr al-Baghdadi, teria sido ferido num ataque aéreo. Os Estados Unidos desmentiram esses relatos e disseram que Baghdadi não foi atingido em nenhum ataque e segue no comando.

Afari é um turcomeno de Tal Afar, cidade controlada pelo "Estado Islâmico". Ele teria conhecido o antigo líder da Al Qaeda Osama bin Laden durante treinamentos no Afeganistão, a partir de 1998.

DW

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]