Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 16 de junho de 2015

Antonov apresenta AN-178 para concorrer com KC-390 da Embraer


A Antonov apresentou nesta segunda-feira, dia 15 de Junho, no primeiro dia do salão aeronáutico de Le Bourget, em Paris, o seu novo avião cargueiro AN-178. O aparelho, que estará disponível nas versões civil e militar, realizou com sucesso o seu primeiro voo no passado dia 7 de Maio, um mês após o roll-out (16 de Abril de 2015) e apenas três anos depois do anúncio do lançamento. “O AN-178 foi desenvolvido em tempo recorde, o que demonstra bem as capacidades da Antonov, agora integrada no grupo Ukroboronprom”, salientou Dmytro Kiva, responsável máximo pelo design do construtor ucraniano. Tanto mais que a Ucrânia passa por um período de conflito militar com a Rússia, que levou ao rompimento de todos os programas de cooperação militar entre os dois países, “embora mantendo em actividade outros programas na aviação civil”, esclareceu o mesmo responsável, que não deixou de exprimir o desejo de que “a guerra tem de parar imediatamente!”
 


Na prática, o AN-178 é um avião concebido para se posicionar acima do Airbus Military C-295 e do C-27 J, abaixo do C-130J-30 e em concorrência directa com o novo cargueiro militar da Embraer, o KC-390, que fez igualmente o seu primeiro voo este ano, no dia 3 de Fevereiro. Os dois aparelhos apresentam dimensões praticamente idênticas – 32,23 m de comprimento para o AN-178 e 35,20 m para o KC-390; uma envergadura de 30,57 m para o Antonov, contra 35,05 m do Embraer; e uma altura de 9,57 m para o avião ucraniano, versus 11,84 m para o brasileiro –, com vantagem para o Embraer no peso máximo à descolagem (67 t contra 52,4 t) e no payload (23 t contra 18 t).
 


O Antonov tem um tecto de operação máximo de 12.200 metros, face aos 11.000 do modelo brasileiro, e também pode transportar mais soldados (90 contra 80) e páraquedistas (70 contra 64). Mas o KC-390 é mais rápido: 870 km/h contra 825 km/h do AN-178, para um raio de acção máximo de 2.560 km com a carga útil máxima, face aos 2.500 km do seu rival ucraniano em idêntica situação.


Além do AN-178 e da nova geração do AN-132, a Antonov anunciou igualmente o lançamento do AN-188, um avião que terá por base o AN-70, mas que será dotado de quatro reactores de fabrico ocidental, assim como de modernos aviónicos. Com um peso máximo à descolagem de 140 toneladas e um payload de 40 toneladas, o futuro AN-188 deverá posicionar-se acima do C-130J e abaixo do C-17A. Roman Romanov, presidente da Ukroboronprom, realçou a importância da Antonov para a defesa e desenvolvimento do país, nomeadamente, no apoio aos militares ucranianos ao actual esforço de guerra, mas afirmou que a empresa vai aumentar a produção de aviões e estreitar os laços de cooperação com outros países.

NEWSAVIA.COM (PORTUGAL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]