Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Ministro do Iraque busca aproximação com o Brasil na área de defesa


Brasília, 02/06/2015 – O ministro das Relações Exteriores do Iraque, Ibrahim Al-Jaafari, foi recebido nesta terça-feira (02), em audiência, em Brasília, pelo ministro da Defesa, Jaques Wagner. O principal motivo da visita do chanceler foi solicitar o apoio brasileiro nos esforços militares do governo iraquiano de estabilização do país, especialmente diante das ameaças representadas por grupos extremistas, dentre os quais o chamado estado islâmico.

Na ocasião, Al-Jaafari reforçou a importância de estreitarem os laços entre os dois países, buscar maior aproximação na área de defesa, além de uma possível cooperação brasileira na área militar. “A guerra contra o terrorismo não é uma guerra convencional. Buscamos os países amigos e democráticos para defender aqueles que estão sofrendo com esse fenômeno”, disse o chanceler iraquiano.

“O Brasil tem tradição, de longa data, de paz e solidariedade. Expressamos nossa total solidariedade ao Iraque em face das atrocidades que estão sendo perpetradas no país”, ressaltou o ministro Jaques Wagner.

Indústria de Defesa

O ministro das Relações Exteriores do Iraque também demonstrou interesse em retomar as aquisições dos produtos de defesa brasileiros, visto que, na década de 80, o país foi um grande parceiro comercial do Brasil.

Atualmente, o aquecido mercado brasileiro da indústria de defesa movimenta US$ 6,5 bilhões ao ano (US$ 3 bi em exportação e US$ 3,5 em importação) e gera 30 mil empregos diretos e 100 mil indiretos, de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde).

O mercado mundial de Defesa gira em torno de US$ 1,5 trilhão por ano. Em 2014, o Ministério da Defesa autorizou exportações de produtos de defesa no valor de aproximadamente US$ 600 milhões. A expectativa é que cerca de 40 mil novos postos de trabalho deverão ser criados no setor brasileiro até 2020.

Além do ministro Jaques Wagner e do chanceler iraquiano Ibrahim Al-Jaafari, participaram da audiência o chefe de Assuntos Estratégicos do Ministério da Defesa (MD), general Gerson Menandro, o chefe do departamento de Catalogação do MD, almirante Antônio Guerreiro, o diretor do departamento de oriente Médio do Itamaraty, embaixador Carlos Ceglia, o embaixador da República do Iraque no Brasil, Adel Al Kurdi, entre outras autoridades brasileiras e iraquianas.

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]