Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Rússia prepara drones para monitorar o Ártico


Um grupo de especialistas russos da indústria militar chegou à região autônoma de Chukotka para preparar drones do Distrito Militar do Leste para missões de acompanhamento no Ártico, conforme anunciou o Ministério da Defesa da Rússia em um comunicado nesta quarta-feira (10).

“Os drones serão usados para a vigilância da parte do litoral do Oceano Pacífico, a parte continental da zona de responsabilidade das tropas e forças no nordeste, e nos treinamentos de combate da Marinha”, afirmou o Capitão Roman Martov. Ele acrescentou que, no futuro, os veículos aéreos não tripulados poderiam também serem usados para escoltar navios e monitorar as condições ecológicas e de gelo no Ártico.

No mês passado, o Ministério da Defesa russo disse que os novos drones Orlan-10 começariam a monitorar a situação ambiental em Chukotka a partir de 1º de Maio. O presidente Vladimir Putin, afirmou, em dezembro de 2014, que a proteção dos interesses nacionais no Ártico está entre as principais prioridades para as forças armadas do país em tempo de paz.

A Rússia tem explorado ativamente a região, reivindicando os depósitos de petróleo e gás natural dentro de suas áreas de fronteira marítimas, junto com outras nações do Ártico. O plano de monitoramento foi anunciado no fim de 2014, e voos de teste dos drones começaram este ano.

O Orlan-10 é um veículo aéreo remoto produzido na Rússia e projetado no Centro Especial Tecnológico, em São Petersburgo. Sua velocidade máxima é de 150 km/h, e sua autonomia de voo é de 16 horas sem reabastecer. Os drones serão transportados por helicópteros Mi-26, e a estação no Ártico será ocupada por integrantes formados no centro de controle de aviação do Ministério da Defesa.


Sputnik

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]