Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Embraer reduz projeção para receita em 2015 e estende cronograma do KC-390

REUTERS/Roosevelt Cassio

O governo ainda deve cerca de 370 milhões de dólares em recebíveis que a Embraer está trabalhando para obter, disse Curado.

O executivo acrescentou não esperar que as receitas de defesa se recuperem no ano que vem, mas que não vê "novas surpresas" do governo brasileiro afetando seus contratos de defesa no ano que vem. Além disso, afirmou que não deve haver novos cortes da projeção de receita no segmento de defesa da Embraer em 2015.

A Embraer também revisou estimativas para margens consolidadas em 2015, para as quais espera um impacto positivo advindo do câmbio. A estimativa para a margem operacional (Ebit) foi elevada para uma faixa de 8,5 a 9,0 por cento, ante 8,0 a 8,5 por cento, e da margem Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) subiu para 12,6 a 13,6 por cento, frente a 12,0 a 13,0 por cento anteriormente.

NÚMEROS TRIMESTRAIS

No segundo trimestre, a Embraer teve avanço de 24 por cento do lucro líquido sobre o mesmo período do ano anterior, a 405,5 milhões de reais. A receita líquida subiu para 4,661 bilhão de reais, crescimento de 19 por cento em relação a semelhante período do ano passado, principalmente devido à valorização do dólar ante o real.

Foram entregues 27 aeronaves comerciais e 33 executivas, ante 29 aeronaves comerciais e 29 executivas de abril a junho de 2014.

A companhia registrou, porém, piora na margem bruta para 19 por cento, ante 21,9 por cento no segundo trimestre de 2014, devido principalmente a uma revisão da base de custos para determinados contratos no segmento de defesa e segurança.

O Ebitda caiu 6 por cento, a 548,2 milhões de reais, com a margem Ebitda passando a 11,8 por cento, ante 14,8 por cento. A margem operacional caiu para 6,8 por cento, ante 10,6 por cento.

A carteira de pedidos firmes (backlog) terminou o trimestre em 22,9 bilhões de dólares, seu maior nível histórico, segundo a Embraer, frente a 20,4 bilhões de dólares ao fim de março e de 20,9 bilhões de dólares no final de 2014.

A dívida líquida totalizou 1,585 bilhão de reais, ante 1,865 bilhão ao fim do primeiro trimestre.

REUTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]