Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Viaturas blindadas e 7.992 novas armas reforçam o trabalho das polícias em SP


Governo do Estado investiu cerca de R$ 30 milhões nos seis veículos importados e mais de R$ 14 milhões nas armas de fogo.

Para reforçar o trabalho das Polícias Militar e Civil no Estado de São Paulo, foram entregues pelo governador Geraldo Alckmin e pelo secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, nesta quarta-feira, 1º, seis viaturas blindadas para os 2º e 3º Batalhões de Policiamento de Choque (BPChq) da Polícia Militar e 7.992 pistolas e espingardas para unidades da Polícia Civil de todo o Estado.
 


"Nós estamos entregando seis blindados, equipamentos importados, o que há de mais avançado no mundo em termos de tecnologia em matéria de segurança pública. Os blindados podem levar até 24 policiais militares, são importantíssimos no combate ao crime organizado e também para a defesa civil, seja para incêndios como tivemos no Alemoa [Baixada Santista], seja para catástrofes naturais, e principalmente no combate à criminalidade. Estamos entregando também quase oito mil armamentos, seis mil são pistolas ponto 40 e duas mil são espingardas calibre 12", destacou o governador.

O Governo do Estado investiu cerca de R$ 30 milhões nas viaturas blindadas e mais de R$ 14 milhões nas armas de fogo. As aquisições foram feitas com recursos do Fundo de Incentivo à Segurança Pública (FISP).

Sobre os blindados

Os veículos blindados foram fabricados em Israel e trazidos ao Brasil pela empresa Plasan, que treinou os policiais do Choque durante 10 dias. Cada viatura custou aproximadamente R$ 5 milhões. Três blindados vão para o 2º Batalhão de Choque e os outros três para o 3º. As viaturas serão usadas em operações de manutenção da ordem pública e também em ações de defesa civil, como catástrofes naturais e incêndios.

As viaturas podem transportar cerca de 24 policiais militares e são equipadas para ultrapassarem obstáculos como valas e fossos, além de transporem profundidades para tráfego submerso em água. Os veículos têm equipamento de GPS, com mapas, rotas e referências, e contam com sistema de transmissão de imagens captadas por câmeras de visão noturna. Também podem circular em condições de baixa luminosidade.

Além disso, os blindados têm capacidade para desobstruir vias através de seus mecanismos e contam com sistemas contra incêndio e exaustão. Rodas, pneus, motor e o compartimento da tripulação têm sistema de proteção. Desde 2011, os batalhões de Choque da Polícia Militar foram contemplados com 181 viaturas, fruto de um investimento de R$ 14,5 milhões.

Sobre o armamento

As 7.992 novas pistolas e espingardas que irão reforçar o armamento da Polícia Civil receberam investimento de R$ 14,1 milhões. Foram compradas 5.992 pistolas de calibre 40, com preço total de R$ 11,7 milhões, e 2 mil espingardas de calibre 12, no valor total de R$ 2,4 milhões.


As armas serão distribuídas a unidades da Polícia Civil de todo o Estado. As compras foram feitas por meio de licitações. A empresa vencedora que forneceu as pistolas é a Forjas Taurus S/A e a ganhadora para a venda das espingardas é a CBC - Companhia Brasileira de Cartuchos.


Desde 2011, a Polícia Civil recebeu 8.120 pistolas ponto 40, que custaram R$ 12,5 milhões, 60 pistolas 380, que tiveram investimento de R$ 76,3 mil, e 150 fuzis 5.56, no valor total de R$ 723 mil.

Do Portal do Governo do Estado


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]