Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 2 de agosto de 2015

Governo quer construir nova pista do aeroporto em área da Base Aérea


O ministro da Defesa, Jaques Wagner, sinalizou positivamente para o andamento do projeto.

Em mais uma rodada de reuniões para articular a atração do hub da TAM para Fortaleza, o Governador do Estado, Camilo Santana, apresentou ao ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, um projeto que busca construir uma segunda pista de pouso e decolagem no Aeroporto Internacional Pinto Martins utilizando um espaço da Base Aérea de Fortaleza.

O encontro, que ocorreu na última quinta-feira (30) em Brasília, também contou com a presença do ministro da Defesa, Jaques Wagner, que, segundo o Diário do Nordeste apurou, sinalizou positivamente para o andamento do projeto. Nos próximos dias, uma outra reunião deverá ser agendada entre representantes do Ministério da Defesa, da Secretario da Infraestrutura do Ceará (Seinfra), e Secretaria do Turismo (Setur) para debater a viabilização da construção da pista. Segundo informações, a nova pista deverá ficar localizada paralelamente a atual - distante aproximadamente 350 metros.


Também presente no encontro, o secretário de Infraestrutura, André Facó, afirmou, na última quinta-feira, que um dos pontos que o Estado entende ser importante para preparar o aeroporto para receber o centro de conexões da empresa aérea é a construção da pista. "Apresentamos algumas soluções técnicas que serão estudadas dentro desses 90 dias para a elaboração do estudo. Entendemos que há possibilidades técnicas para atender os normativos de segurança e construir uma segunda pista", apontou o secretário. Entre outros pontos apresentados aos ministros, Facó listou a construção de um novo terminal e aspectos referentes a posições de pátio, combustível, carga e nivelamento. O gestor afirmou que o ministro gostou das propostas e que está disposto a incluí-las no viabilidade técnica, econômica e
ambiental para concessão dos aeroportos.

Centro de Conexões

Outras duas capitais nordestinas - Natal e Recife - estão na disputa com Fortaleza pela vinda do hub da TAM. O centro de conexões da empresa aérea representa investimento de R$ 4 bilhões e deve promover a geração de 10 mil empregos diretos e indiretos. Além disso, o hub também representa um incremento histórico para o turismo, comércio e setor de serviços do Estado. Com a instalação do empreendimento, o Ceará também terá o acréscimo de 14 voos para a Europa.

Diário do Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]