Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Lockheed Martin vai começar os testes do lançador ExLS em 2016

A empresa Lockheed Martin, dos Estados Unidos, anunciou que está finalizando a construção do lançador de três células EXLS Stand Alone Launcher projetado para lançar o míssil Comum Anti-Air Modular Missile (CAMM) do fabricante europeu MBDA.  Os testes devem começar a meados do ano próximo ,e posteriormente, o sistema estará disponível para potenciais clientes internacionais. Este lançador triplo foi projetado especificamente para aqueles navios médios que não podem receber o lançador de oito células MK41 Vertical Launch System (VLS) de Lockheed Martin, sistema padronizado entre as marinhas internacionais como dispositivo de lançamento de diversos tipos de mísseis.

A principal característica do ExLS é a de ter sido projetado para acolher diferentes mísseis , incluindo os seus sistemas de lançamento e a eletrônica associada . De fato, o ExLS é considerado como um lançador dentro de outro lançador ,devido a que pode agir como uma interface para acolher sistemas de armas de menor tamanho no MK41. Alguns sistemas que já foram integrados neste lançador são o míssil de defesa aérea de curto alcance RAM Block II, o Precision Attack MIssile (PAM) ou o sistema de contramedidas Nulka desenvolvido pela BAE Systems Australia. Lockheed Martin argumenta que com o uso do ExLS os custos da integração dos mísseis nos navios são reduzidos em até 50%.

Esta notícia é um resultado do anúncio de que as duas empresas fizeram em 2013 ,segundo o qual iam colaborar para fornecer sistemas de mísseis MBDA na família de lançadores MK41 l e EXLS.

Defensa.com
(José Maria Navarro Garcia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]