Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 20 de setembro de 2015

Patrulha faz lançamento inédito de bombas em treinamento no Rio de Janeiro

Militares do Esquadrão Orungan vão explorar sensores e capacidades de armamentos da aeronave de patrulha P-3AM.

A Força Aérea Brasileira (FAB) realiza, pela primeira vez, o lançamento de bombas a partir da aeronave de patrulha marítima P-3AM. O Exercício Orunganitas II, que irá explorar os sensores e as capacidades de armamentos da aeronave, começa neste sábado (19/09) e vai até a quarta-feira (23/09), na Base Aérea de Santa Cruz (BASC), Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Ao todo, 28 militares do Esquadrão Orungan (1º/7º GAV), sediado em Salvador, estarão envolvidos no lançamento das dez bombas MK-82 (BAFG 230) no estande de tiro de Marambaia, a 18 quilômetros da BASC. A bomba é de queda livre e já usada na FAB nos aviões de caça F5 e A-1M.

 
O Comandante do esquadrão, Tenente-Coronel Aviador Antônio Ferreira de Lima Junior, explica que o efeito da arma é inerte, mas a manipulação é como se o equipamento fosse real. “Todos os procedimentos de segurança que a aeronave armada em voo requer serão rigorosamente observados”, explica.

Embora o lançamento ocorra contra um alvo localizado em terra, a intenção é testar a ação antissubmarino. “Pretendemos avaliar a exatidão do sistema de armamento e capacitar a tripulação para operações no mar territorial”, destaca.

Durante a missão, uma aeronave prepara e executa o lançamento da bomba. Outra valida as informações do sistema tático, ou seja, compara se os dados enviados pelo P-3AM foram precisos, com base nas imagens geradas.

Objetivo a longo prazo

O comandante do esquadrão ressalta ainda que o treinamento é apenas uma etapa na avaliação dos sensores do P-3AM, que será feita em gradação. “Primeiro, estamos treinando com bombas mais simples, depois testaremos o torpedo e, mais para frente, o míssil”. A FAB está se preparando para receber o míssil americano antinavio AGM-84L Harpoon, que é mais um reforço na defesa da costa marítima brasileira. A previsão é que o armamento chegue a partir do próximo ano. Serão entregues 16 mísseis reais e quatro para treinamento.
 
 
Agência Força Aérea.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]