Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Airbus Helicopters realiza teste em voo de motor de alta compressão


Desenvolvimento e testes fazem parte do programa European Clean Sky e garantem desempenho mais limpo e eficiente * Tradução de press-release divulgado pela Airbus Helicopters A Airbus Helicopters concluiu com sucesso o primeiro teste em voo de uma aeronave H120 equipada com um novo motor de alta compressão. O teste realizado na primeira semana de novembro, no Aeroporto de Marignane, na França, foi desenvolvido no âmbito do programa European Clean Sky e envolveu um motor leve V8, a pistão e movido a querosene. "O primeiro resultado do voo de 30 minutos confirmou diversas vantagens da nova tecnologia de motores a pistão de alta compressão para helicópteros. Ele oferece emissões reduzidas de poluentes, consumo de combustível até 50% menor, dependendo do ciclo de trabalho, e mostrou capacidade para quase dobrar seu alcance em operações em altas temperaturas e condições extremas", disse Tomasz Krysinski, Chefe de Pesquisa e Inovação da Airbus Helicopters. Além de confirmar as melhorias em termos de eco-eficiência, a Airbus Helicopters vai avaliar, nos próximos meses, a relação entre potência e peso, o que poderá tornar esses motores alternativas sustentáveis às turbinas usadas na indústria de helicópteros. A campanha de ensaios em voo permitirá definir a instalação do motor em “Nível de Preparação de Tecnologia 6 (TRL 6)”, que é um teste de avaliação do nível de maturidade da tecnologia de elementos críticos do programa. O motor a pistão de 4.6 litros de alta compressão integrado ao H120 incorpora tecnologias já aplicadas em motores avançados de autoignição e funciona com querosene, o mesmo combustível utilizado na aviação. Seu design V8 apresenta os dois conjuntos de cilindros dispostos em ângulos de 90 graus, com injeção direta de alta pressão (1800 bar) tipo common-rail (CRDI) e um turbo compressor por bancada de cilindros. Outras características incluem blocos totalmente usinados em alumínio e titânio, conectando bielas, pistões e liners de aço, sistema de refrigeração líquida e um método de gestão “dry sump” para o óleo lubrificante do motor usado em aviões acrobáticos e carros de corridas. O programa Green Rotorcraft ITD apoia o projeto de pesquisa, desenvolvimento e ensaios da Airbus Helicopters e faz parte da iniciativa tecnológica conjunta da Clean Sky European, que é o mais ambicioso programa de pesquisa aeronáutica para desenvolvimento de inovações que aumentam o desempenho ambiental dos transportes aéreos. Os primeiros testes do H120 equipado com o novo motor foram realizados com o suporte do consórcio TEOS Engenharia de Motopropulsores e GmbH Austro Motor. As metas ambientais da Clean Sky são reduzir o consumo e combustível em 30%, diminuir as emissões de CO2 em 40% e as de NOx em 53%. O resultado esperado é a produção futura de aeronaves mais silenciosas e mais eficientes em relação ao consumo de combustível. As atividades para o desenvolvimento do motor a pistão de alta compressão começaram em 2011 na Airbus Helicopters com produção, testes de bancada e simulações do sistema, incluindo bem sucedidos testes no Iron Bird (uma ferramenta de engenharia usada pelo Airbus Group para incorporar, otimizar e validar sistemas vitais de aeronaves) realizados em fevereiro de 2014. Os giros em solo com o H120 equipado com o motor foram realizados em fevereiro e março deste ano, e o primeiro voo em Marignane, em 6 de novembro. Airbus Helicopters

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]