Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 3 de novembro de 2015

FT Sistemas lança o FT-200FH - helicóptero ARP para uso civil e militar.


FT Sistemas foi destaque na 1ª edição da DroneShow Latin America, em São Paulo

A FT Sistemas, pioneira no desenvolvimento de VANTs (Veículos Aéreos Não Tripulados)  apresenta o helicóptero não tripulado FT-200FH que será utilizado tanto no setor civil quanto militar a partir de 2016.

O helicóptero é uma ARP (Aeronave Remotamente Pilotada), pesa 90 quilos e tem dois metros de comprimento com potencial para ser utilizado em empresas privadas, instituições e entes governamentais de setores como energia, agronegócios, óleo e gás, monitoramento de rodovias, tráfego e transporte de lixo, fiscalização de obras. “Este é um sistema inteligente que garante alta autonomia, alcance, e carga útil invejável”, afirma o diretor-presidente da FT-Sistemas Nei Brasil

O FT-200FH está sendo desenvolvido com parceiros como a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina) e o Inerge (Instituto de Estudos e Gestão Energética), e empresas da Alemanha e Inglaterra.

O Helicóptero ARP pode ser aplicado em atividades como a inspeção de redes elétricas remotas, transporte rápido de cargas de pequeno porte e alto valor agregado como medicamentos, por exemplo.

O uso do FT-200FH na inspeção de redes de energia, por exemplo, representa economia de 5 a 10% em comparado ao custo de helicópteros tradicionais usados atualmente. Além disso, o trabalho realizado pelo VANT facilita a inspeção que tem de ser feita pelo menos uma vez ao ano de acordo com as exigências da ANEEL.

Já no uso militar pode colaborar no combate ao contrabando e tráfico de drogas e aquisição de alvos para sistemas de artilharia embarco em navios da frota da Amazônia Azul, por exemplo. 

 “O FT-200FH tem economia de energia por usar dois rotores na configuração fletteners o que aumenta a estabilidade do aparelho que funciona seu um rotor de cauda. E, para atender demandas do Exército tem a capacidade de alcance de 70 quilômetros e pode ser usado na vigilância de fronteiras com autonomia de voo de até 18 horas”, explica o diretor-presidente da FT-Sistemas.

 Para desenvolver o FT-200FH a empresa fez investimentos da ordem de R$ 9,3 milhões. A aeronave já passa por processo de Certificação junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). “Um dos objetivos ao desenvolver o FT-200FH é ampliar as exportações com a meta de faturamento entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões nos próximos dois anos", explica Nei Brasil.

FT Sistemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]