Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 29 de novembro de 2015

Turquia recupera corpo de piloto de avião russo derrubado

Premiê da Turquia anuncia, sem dar detalhes, que corpo de militar russo foi entregue na província turca de Hatay, no sul do país, graças à iniciativa de Ancara. Comandante foi morto por rebeldes sírios.
O corpo do piloto que morreu após o abate de um caça russo pela Força Aérea Turca próximo à fronteira do país com a Síria foi devolvido à Rússia, afirmou neste domingo (29/11) o primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu.

O corpo do militar, morto por rebeldes sírios, foi entregue na província de Hatay, no sul da Turquia, após "iniciativas turcas", ressaltou o premiê, em Bruxelas, onde está para participar da cúpula da União Europeia (UE) e Turquia.

Segundo Davutoglu, uma igreja ortodoxa local preparou o corpo do piloto de acordo com a tradição. O primeiro-ministro não deu detalhes sobre a entrega dos restos mortais do russo à Turquia, mas afirmou que um adido militar da Rússia foi para a região para organizar o procedimento de retorno do corpo do piloto para a sua terra natal.

Os pilotos do caça russo abatido pela Turquia há cinco dias
conseguiram se ejetar antes da explosão. Porém, um deles foi morto por rebeldes sírios quando ainda estava no ar, de paraquedas. O outro conseguiu ser resgatado em uma operação que durou 12 horas e contou com a participação de militares sírios e russos.

A Turquia alega que o caça teria violado o espaço aéreo do país próximo à fronteira com a Síria e foi alertado antes de ser derrubado. A Rússia contesta Ancara e ressalta que a aeronave foi abatida em território sírio.

Davutoglu defendeu ainda a troca de informações sobre as operações internacionais na Síria para evitar incidentes parecidos como esse. O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, lamentou neste sábado o ocorrido, mas não pediu desculpas e insistiu em um encontro com o homólogo russo, Vladimir Putin, para tentar restabelecer as relações entre os países.

O incidente causou tensão nas relações entre os dois países. Neste sábado, Putin assinou um decreto impondo sanções econômicas contra a Turquia, que inclui a proibição da importação de alguns produtos, a restrição da contratação de turcos por empresas russas, a suspensão da isenção de vistos para cidadãos da Turquia, entre outros.

Deutsche Welle

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]