Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

BNDES aprova R$ 56,5 milhões para Exército brasileiro desenvolver radar de defesa antiaérea

● De características inovadoras, produto apoiado pelo Fundo Tecnológico e pela linha de Inovação do Banco tem potencial também para uso civil 

A Diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou apoio financeiro ao Exército brasileiro para investimentos na última etapa de desenvolvimento do radar SABER M200 Multimissão.

O apoio do BNDES ocorrerá por meio de financiamento, pela linha de inovação, no valor de R$ 3,74 milhões, destinado ao desenvolvimento do software multimodo do radar, e de recursos não reembolsáveis, por meio do Fundo Tecnológico (BNDES Funtec), no valor de R$ 52,8 milhões.

Os recursos do Funtec serão repassados à Fundação de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação – Exército Brasileiro (FAPEB), para que sejam aplicados sob coordenação do Centro Tecnológico do Exército (CTEx) no desenvolvimento do SABER M200, radar de defesa antiaérea de longo alcance, que também tem potencial para ser utilizado no controle de tráfego aéreo.

O SABER M200, um radar transportável, de média altura, será um produto de defesa de características inovadoras, desenvolvido no estado da arte da tecnologia mundial. Trata-se de um dispositivo capaz de operar em vigilância, busca e orientação de tiro, com capacidade de acompanhar múltiplos alvos aéreos simultâneos voando a distâncias de até 200 km, em altitudes de até 20 km.

O principal diferencial do SABER M200 será seu sistema de varredura 100% eletrônica, que permite atribuir a um único radar diferentes funções. Por suas características, poderá desempenhar tarefas de três ou quatro radares diferentes. O M200 será capaz de rastrear 200 alvos simultaneamente. Seu porte também permitirá que possa ser embarcado em um contêiner padrão de 20 pés e transportado em avião cargueiro.

O projeto tem entre seus méritos o desenvolvimento de tecnologia inédita no País, em parceria com a Bradar Indústria S.A., empresa do Grupo Embraer, do segmento de defesa e segurança, e o alinhamento com os objetivos da Estratégia Nacional de Defesa, com o domínio nacional de tecnologias utilizadas na vigilância do espaço aéreo brasileiro.

Os investimentos também elevam o desenvolvimento tecnológico nacional no setor de eletrônica, com aplicações para as Forças Armadas, bem como para o mercado civil, fortalecendo a base industrial brasileira de defesa.

Investimentos – O desenvolvimento do SABER M200 Multimissão contou, desde 2008, com investimentos de cerca de R$ 67 milhões nas etapas anteriores em recursos financeiros da FINEP, além de R$ 1,5 milhão de recursos financeiros do Exército Brasileiro. Nesta etapa, o projeto também deverá contar com recursos orçamentários de cerca de R$ 17 milhões provenientes do Ministério da Defesa.

Participam do desenvolvimento do projeto apoiado pelo BNDES o CTEx, que realiza pesquisas científicas, e a Bradar Indústria S.A, que desenvolve projetos e produtos de alta tecnologia em radares de defesa. A FAPEB, entidade credenciada junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia, tem por finalidade fomentar, coordenar e executar programas de pesquisa científica e tecnológica para o Exército Brasileiro.


BNDES. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]