Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sábado, 26 de dezembro de 2015

Líder rebelde é morto em ataque aéreo na Síria

Comandante do grupo insurgente Jaish al-Islam, Zahran Alloush, é alvejado durante bombardeio nas proximidades de Damasco. Oposição síria lamenta morte.

O líder do grupo rebelde sírio Jaish al-Islam, Zahran Alloush, foi morto num ataque aéreo que alvejou a sede secreta dos insurgentes nas proximidades de Damasco, afirmaram um grupo de monitoramento da Síria e um líder oposicionista nesta sexta-feira (25/12).

Além de Alloush, outros cinco rebeldes morreram no ataque.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que um caça militar bombardeou o local, na área controlada pelos rebeldes na periferia da capital síria, quando ocorria uma reunião entre Alloush e outros líderes do Jaish al-Islam (O Exército Islâmico). Os rebeldes estavam discutindo os preparativos para um ataque contra as forças do regime sírio e combatentes aliados do grupo xiita libanês Hisbolá.

"Zahran Alloush, chefe do Jaish al-Islam, e cinco outros dirigentes do grupo foram mortos", afirmou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, uma ONG baseada em Londres. "Ainda não está claro se os aviões militares eram russos ou sírios."

A morte de Alloush, que tinha 44 anos, foi confirmada via mensagem no Twitter pelo chefe do grupo oposicionista Coalizão Nacional Síria, Khaled Khoja, que postou uma mensagem de condolências.

A mídia estatal da Síria também confirmou a morte do líder rebelde. Segundo a emissora Al-Mayadeen, baseada no Líbano, um total de 13 ataques aéreos atingiram a região leste da capital síria nesta sexta-feira.

Alloush, que era apoiado pela Arábia Saudita, era um dos mais poderosos comandantes rebeldes na Síria. Sua morte ocorreu depois de o Exército sírio ter anunciado uma grande operação militar para retomar o controle do subúrbio de Ghouta Oriental, onde ocorreu o bombardeio. O regime sírio tem sido apoiado por ataques aéreos russos desde 30 de setembro.

O Jaish al-Islam, que controla vastas áreas nas proximidades de Damasco, é conhecido por ter adotado posições extremistas e por ter apoiado a criação de um Estado islâmico antes de, recentemente, ter se voltado para uma postura mais moderada. O governo sírio regularmente se refere ao grupo rebelde como sendo terrorista.


Deutsche Welle  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]