Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Navio americano reforçará Defesa da Turquia

Os Estados Unidos se comprometeram a destacar um dos quatro destróieres da classe Arleigh Burke posicionados na base naval espanhola de Rota, provavelmente o USS Donald Cook, para o leste do Mediterrâneo caso ocorra uma escalada de tensão "na fronteira mais quente do planeta", que separa a Turquia e a Síria.

Segundo o diário espanhol El País, os quatro destróieres possuem sistema de combate Aegis e mísseis SM-3 capazes de interceptar mísseis Scud, por isso "atuarão pela primeira vez como parte do escudo antimísseis da OTAN e completarão a proteção à Turquia que também será composta por mísseis antiaéreos Patriot espanhois e italianos (fabricados nos EUA)."

O jornal espanhol lembra que o Conselho de Ministros do país aprovou no dia 11 de dezembro a prorrogação por um ano — até dezembro de 2016 — de sua participação na operação Active Fence (Muro Ativo) da OTAN.

Desde janeiro, o Exército espanhol posiciona uma bateria de mísseis Patriot, com seis lançadores e 150 militares no aeroporto de Adana, a 140 quilômetros da fronteira com a Síria. Após a retirada dos destacamentos dos EUA e da Alemanha, o Exército espanhol é o único que a OTAN tem para fazer frente a um ataque com mísseis balísticos.

"Especialistas militares advertem que uma única bateria é insuficiente para cobrir a ampla fronteira da Turquia com a Síria", explica o jornal.


Sputnik News  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]