Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Navio-patrulha oceânico francês'L'Adroit' - P 725 visita o Rio de Janeiro.

Fruto de uma colaboração inovadora, iniciada em 2011, entre a Marinha nacional francesa e DCNS, o navio-patrulha oceânico « L’ADROIT », construido com capital próprio do industrial, foi colocado à disposição da Marinha nacional francesa por uma duração inicial de três anos. A Convenção entre a DCNS e a Marinha nacional francesa foi reconduzida por duas vezes por uma duração de 1 ano cada,levando o final de disponibilização em proveito da Marinha para o dia 31 de julho de 2016.


O navio-patrulha oceânico « L’Adroit » tem capacidade de cumprir todas as missões que incumbem a um navio-patrulha : vigilância marítima, proteção da ZEE /aproximações marítimas, luta contra a imigração clandestina, policiamento das pescas, luta contra os tráficos ilícitos (NARCOPS/NARCÓTICOS) e contra a pirataria, emprego de forças especiais (locais específicos e alojamentos disponíveis para até 27 passageiros), remoção de nacionais.

Navio aeródromo para helicópteros sem meios de manutenção embarque/desembarque até helicóptero da classe 10t (NH90, Super PUMA)
Navio inovador em numerosas áreas de atuação (sistema de lançamento na água das embarcações, convés 360°, mastro fixo único, tripulação reduzida (32 tripulantes) ….). Ele permite alimentar as reflexões do alto comando sobre capacidades no âmbito do programa BATSIMAR (acrônimo : Navios de Vigilância e de Aproximações Marítimas). Trata-se de uma plataforma de testes dos equipamentos e novos conceitos.

Drone CAMCOPTER S100 (Schiebel)
Único navio da Marinha nacional francesa atualmente apto a fazer funcionar um drone S-100 (Schiebel), « L’Adroit » permitiu experimentar SERVAL cujo objetivo era definir as características do futuro sistema de drone tático da Marinha nacional francesa e elaborar seu conceito de emprego.

Doravante totalmente fiabilizado conforme o atesta sua capacidade notável de disponibilidade, « L’Adroit » navegou principalmente no arco da crise, além do estreito de Malaca e no mar da China, ou ainda no Golfo da Guiné.

Totalizando 530 dias de missões, foi integrado em CTF150, em missão contra pirataria ATALANTA ou ainda em missões de vigilância marítima e de policiamento das pescas no canal do Moçambique ou no mar Mediterrâneo (missão « Thon Rouge » (Atum vermelho).

Ao final de quatro anos de utilização pela Marinha nacional francesa, o navio está presente em combat proven, apresentando-se como vitrine da DCNS voltada para a exportação das corvetas do tipo « Gowind » para as quais contratos já foram efetivados com o Egito e em particular com a Malásia, após a passagem do navio-patrulha .


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Dimensões.
Comprimento : 87 m
Boca : 11,7 m
Deslocamento : 1500 t
Calado : 3,2 m
Altura acima
da linha de água: XX m
Raio de Ação

Raio de Ação

Meios de coleta de dados/informação.

Rádar de vigilância combinada ar/superfície : SCANTER 4102
Rádar de vigilância superfície SCANTER 6002
Dois rádares de navegação THEMYS
Guerra eletrônica THALES (interceptor rádio, possibilidade interceptor rádar)
Vigilância ótica/infravermelha : EOMS NG e FLIR Sistema de combate POLARIS / ligação de dados táticos (L11) / ADS-B / warship AIS
Capacidade de recepção de uma célula de reforço SIC (testada e validada em operações)

Meios de comunicação.

Satélite : Inmarsat, Syracuse III ;
Acesso às redes IP : Internet, Intradef, Intraced (SIC 21) ;
Rádio : 1 V/UHF, 2 UHF, 2 HF, 2 VHF Marine, 1 VHF AERO, 1 PR4G, L11.

Meios de ação Zodiac 90CV - 08 lugares
Zodiac Hurricane 935 10 lugares - 45nós Equipado com rádar, optrônico TV/IR dia/noite,

Zodiac Hurricane 780 06 lugares - 30nos

Consulado Geral da França no Rio de Janeiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]