Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Brasil e Rússia querem ampliar cooperação em defesa

Brasília, 04/02/2016 - A ampliação da cooperação técnico-militar foi um dos temas abordados no encontro entre o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, e o embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Pogóssovitch Akopov, na manhã desta quinta-feira (4)."O Brasil e a Rússia têm muito a ganhar no intercâmbio de Defesa. O Brasil é um espaço de cooperação aqui no Ocidente, temos nos esforçado para desenvolver nossa indústria de defesa e manter as Forças Armadas no estado da arte", garantiu o ministro Aldo.


Para Aldo, a confiança mútua estabelecida permite mais avanços: "Seria interessante a Rússia conhecer nossa doutrina militar de forma mais próxima e o reconhecimento do terreno, que é difente". Neste sentido, ele fez um convite para que o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, venha ao Brasil e conheça unidades militares e visite a região Amazônica, por exemplo. O ministro brasileiro enfatizou a parceria no setor aeroespacial com a expansão, no Brasil, do projeto Sistema de Navegação Global por Satélite Glonass, desenvolvido pela Rússia.

Aldo também lembrou da instalação no País, em 2015, do escritório da empresa estatal atômica Rosatom. A cooperação russo-brasileira no setor nuclear é regida por um acordo sobre a utilização pacífica da energia nuclear, assinado em 1994.

Para Akopov, existem pontos de grandes interesses e coincidências entre os dois países. "Estamos absolutamente certos de que o Brasil deseja sua independência tecnológica para defender seus recursos naturais. Nós também temos essa tarefa", salientou. Ele apontou algumas áreas nas quais já ocorrem cooperação militar bilaterais, como médica, formação militar e engenharia. "O contrato dos helicópteros MI-35M foi praticamente cumprido com a entrega das 12 unidades", informou o embaixador. Segundo ele, também serão instalados centros de treinamento de pilotos e de manutenção das aeronaves.

O embaixador russo falou, ainda, que seu país tem interesse em cooperar no desenvolvimento e lançamento de veículos lançadores de satélites, no fornecimento de peças para submarinos e sistemas de defesa antiárea. Akopov aproveitou o encontro para convidar o ministro Aldo Rebelo para participar, em abril, da 5ª Conferência Internacional de Segurança, que ocorrerá em Moscou, e do Fórum Técnico-Militar Internacional Army 2016, em setembro, na cidade de Kubinka, também na Rússia. O ministro Aldo recebeu um convite para participar dos II Jogos Internacionais Militares, que tem início em julho, na Rússia e Cazaquistão.


Ministério da Defesa   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]