Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 6 de março de 2016

Paraquedista, uma brigada exemplar para o Brasil

Rio de Janeiro, 05/03/2016 - O ministro da Defesa, Aldo Rebelo, visitou neste sábado (5), a Brigada de Infantaria Paraquedista, considerada por ele “uma referência das Forças Armadas, garantia de que temos tropas de homens e mulheres capazes de defender o Brasil”.

Aldo assistiu ao lançamento de paraquedistas com salto gancho e da Equipe de Salto Livre, a bordo de um C-130 Hércules. Dentre os paraquedistas estavam as sargentos Juliana Rodrigues de Souza e Laila Graziela Bernardes Suscin, que foram medalhistas de bronze dos 5º Jogos Mundiais Militares, realizados no Rio de Janeiro, em 2011. Na base da Brigada, o ministro presenciou o treinamento físico, bastante rigoroso e intensivo, preparatório dos paraquedistas.


Em seguida, visitou o Museu Aeroterrestre, cujo acervo contém peças, máquinas, equipamentos e fotos desde que o capitão Roberto de Pessôa concluiu, em 1944, o curso de elite de paraquedista do Exército dos Estados Unidos, consagrando-se como o primeiro paraquedista militar do Brasil. Foi apresentada ao ministro a história da brigada, que em 2015 completou 70 anos.

Aldo conheceu as tropas, que têm uma força-tarefa sempre preparada, em condições de intervir, no prazo de 24 horas, em qualquer lugar do Brasil. O ministro destacou que a Brigada “tem um lugar elevado no altar de nossa pátria”.

O comandante do Comando Militar Leste, general de Exército Fernando Azevedo Silva, afirmou que “o Ninho das Águias, como é conhecida a Brigada, é uma tropa que, não é pior e nem melhor que as outras, mas tem um diferencial na sua atividade. É uma tropa diferente, que cultua a maestria”.

O comandante da Brigada, general William Georges Felippe Abrahão, enfatizou a “relação de irmandade que temos com a Força Aérea. Atuamos também com a Marinha, com muita integração. Mas o importante é que, dentro ou fora do avião, nossa missão é a defesa. Para o soldado ou o general, o paraquedas é o mesmo, a porta de salto é a mesma. É uma atividade de risco; portanto, independente de patente, estamos sempre atentos à segurança uns dos outros”.


Também participou da visita o chefe de Assuntos Estratégicos do Ministério da Defesa, general de Exército Gerson Menandro Garcia de Freitas que, durante o almoço oferecido à comitiva ministerial, liderou o canto, pelos presentes, da música Eterno Herói, do general Newton Lisboa Lemos, que entoa: “Paraquedista, no entrechoque das razões, sempre será o eterno herói que no avanço e na luta ninguém deterá. Hurra! Hurra!”.


Ministério da Defesa   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]