Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 10 de abril de 2016

Estágio capacita militares para abordagem de aeronave após interceptação

Militares de Infantaria recebem instrução sobre medidas de controle de solo em Brasília.

Curso contará com a presença de 25 militares.

Como preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, cerca de 20 militares de Infantaria da Aeronáutica de várias regiões do País participam, entre os dias 11 e 15 de abril, em Brasília (DF), do Estágio Básico de Medidas de Controle no Solo (MCS). O procedimento é utilizado quando uma aeronave interceptada é abordada após o pouso obrigatório para averiguação de irregularidades. A coordenação do treinamento está a cargo do Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Brasília (BINFAE-BR).

“Nosso objetivo é formar equipes de MCS para atuar durante as Olimpíadas. Ao mesmo tempo, visamos a formação de instrutores que possam disseminar esses conhecimentos em suas organizações militares”, ressalta o Tenente de Infantaria Raphael José Lucchesi Rocha, coordenador do estágio.

Durante os cinco dias estão programadas várias oficinas. Uma delas será sobre artefatos explosivos, com a participação do esquadrão antibomba da Polícia Militar do Distrito Federal. Um instrutor do Pelotão de Cães de Guerra do BINFAE-BR dará instrução sobre entorpecentes e haverá aulas teóricas sobre temas como auto de prisão. Estão previstas, também, duas etapas práticas de simulação de MCS. A primeira ocorre no dia 14 de abril, no aeroporto de Formosa (GO). Já a outra será no dia 15 de abril, a partir das 9 horas, no Pátio do Posto CAN da Base Aérea de Brasília (BABR).

“Essa instrução é necessária para que os militares tenham condições de efetuar a abordagem e a verificação da aeronave. Eles podem repassar essas informações a outros órgãos como Polícia Federal, Receita Federal determinando se essa aeronave deve ficar retida ou pode ser liberada”, explica o Sargento Donato Zulino Junior, adjunto da coordenação do estágio.

Durante as Olimpíadas o BINFAE-BR deve manter, de prontidão, equipes de batedores, MCS e canil.

Agência Força Aérea.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]