Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 27 de abril de 2016

UANFEX I acontece em Águas Jurisdicionais Brasileiras

Tropa de Fuzileiros Navais chega à praia de desembarque anfíbio
“Essa projeção anfíbia deu aos fuzileiros navais a oportunidade de colocar em prática as suas competências”. As palavras proferidas pelo Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (FN) Alexandre José Barreto de Mattos, ressaltaram a importância da UANFEX I-2016, a primeira Operação Anfíbia deste ano.

A fase de mar da UANFEX I-2016 teve início, no dia 28 de março, com o suspender da Base Naval do Rio de Janeiro do Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) “Almirante Saboia”, navio capitânia, a transportar a Força de Desembarque, composta por elementos do Comando da Tropa de Desembarque, do 1º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais e do Batalhão de Viaturas Anfíbias; e dos demais meios navais envolvidos: Fragata “Greenhalgh”, Navio Patrulha Oceânico “Apa” e o Rebocador de Alto Mar “Tridente”, estes últimos do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste (COMGPTPATNAVSE).

A Operação contou ainda com as aeronaves AH-11A, UH-15 e AF-1 e seis Carros Lagarta Anfíbio (CLAnf).

O NDCC “Almirante Saboia” recebeu a bordo o Comandante em Chefe da Esquadra, Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, que acompanhou o primeiro dia da Operação; o Comandante da 2ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Newton Calvoso Pinto Homem, como Comandante da Força Tarefa Anfíbia (ComForTarAnf); e o Comandante da Força de Desembarque (ComForDbq), Capitão de Mar e Guerra (FN) Júlio César Franco da Costa.

Nas primeiras 24 horas, foram realizados exercícios de navegação em baixa visibilidade e canal varrido; Controle de Avarias (CAv); operações aéreas e simulação de acidentes com aeronaves de asa rotativa; culminando com postos de abandono e ações antissubmarino.

Na madrugada do dia 29 de março, foi realizada nas proximidades da praia do Pontal, em Cabo Frio (RJ), a terceira fase da Operação Anfíbia, denominada ensaio. Essa fase consistiu no emprego dos meios necessários para testar a adequabilidade dos planos e verificar o tempo gasto para a execução das ações previstas para o dia “D”. Ainda no decorrer deste dia, foram realizados pelo NDCC “Almirante Saboia” e Fragata “Greenhalgh” exercício de Leap Frog, a fim de aprimorar o adestramento das tripulações dos navios para as lides do mar.

No dia 31 de março, os CLAnf desembarcaram do NDCC “Almirante Saboia” em direção à cidade de Itaoca (ES), para realizar a fase assalto na UANFEX I-2016. Com um efetivo de 77 Fuzileiros Navais, os CLAnf chegaram à praia de desembarque e iniciaram as ações em terra.

O Movimento Navio para Terra (MNT), realizado com o desembarque dos carros anfíbios, verificou a capacidade de comunicação entre os meios navais, aeronavais e terrestres.

As ações em terra envolveram o quantitativo de 420 Fuzileiros Navais que atuaram sob o Comando da Força de Desembarque, em uma situação simulada de Operação de Paz. Durante a simulação, os militares tiveram como tarefas prover a segurança para o desembarque administrativo de um Batalhão de Infantaria de um Exército (fictício) e neutralizar as possíveis ameaças ao restabelecimento da paz e segurança de um país (fictício).

Dada a condição de calamidade desse país, a Organização das Nações Unidas (ONU) interveio e, pelo emprego de uma Projeção Anfíbia, deslocou tropas para atuar no local. Foram realizadas, ainda, simulações de descontaminação Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR), o resgate de reféns e de evacuação de não combatentes.

Com um efetivo de aproximadamente mil militares, a Operação UANFEX I-2016 incrementou o preparo para o emprego do conjugado anfíbio em uma situação simulada de Operação de Paz, sob a égide da ONU. Além disso, foi um laboratório para o desenvolvimento de doutrinas relacionadas à projeção anfíbia dentro de uma perspectiva multinacional.


Marinha do Brasil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]