Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 17 de julho de 2016

Cefan inaugura instalações de treinamento para o Rio 2016


Noventa embarcações servirão de apoio para provas de vela, remo, canoagem, natação do triatlo e maratona aquática. Após os Jogos, ficarão para a Marinha.

Brasília, 15/07/2016 - O Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), no Zona Norte do Rio de Janeiro, está pronto para receber as delegações estrangeiras durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. A instalação da Marinha entregou ao Comitê Organizador, nesta sexta-feira (15.07), os centros oficiais de treinamento para futebol, vôlei e polo aquático.

Ginásio climatizado do Cefan. Ao fim dos Jogos, estrutura ficará de legado para a prática de esporte de alto rendimento e de base.
“Durante os Jogos, as delegações vão treinar nesses locais de acordo com uma tabela organizada pelo Comitê Rio 2016, que seleciona os países que virão aqui para o centro. Ao final dos Jogos, as estruturas vão ficar como legado para o esporte de alto rendimento, para a Marinha e para o Brasil”, disse o contra-almirante Carlos Chagas, comandante do Cefan.

As obras foram realizadas com investimento de R$ 19 milhões do Ministério do Esporte, e incluíram a construção de dois campos de futebol com medidas oficiais e prédio de apoio, calçamento nas vias de acesso, acessibilidade, e reformas no parque aquático e no ginásio poliesportivo climatizado.

Sustentabilidade

O novo prédio, entre os dois campos de futebol, não abriga apenas os quatro vestiários, duas salas de fisioterapia, duas salas de preleção e dois depósitos para material esportivo. Ali está instalado um sistema de captação de água e energia que significa economia para a instalação.

Secretário Nacional de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Luiz Lima estreou a piscina do Cefan ao lado de meninos do projeto Forças no Esporte.
“É um sistema integrado que tem a usina de energia solar com 164 placas fotovoltaicas, a iluminação toda em LED e o sistema de aquecimento solar para a água que, por meio de bombas, vai para os vestiários masculino e feminino. E tem também o reuso da água de irrigação dos campos de futebol: nossa expectativa é recuperar até 25% da água lançada nos campos. A água pluvial é coletada na lateral das edificações e vai para a rede de captação”, disse Gilson Barbosa, diretor da empresa responsável pela obra.

O pontapé inicial em um dos novos campos foi dado pelo ex-jogador Zico e, na sequência, foi realizada uma partida entre a seleção brasileira de futebol feminino sub-17 e a seleção brasileira feminina militar, campeã mundial nos Jogos Mundiais Militares da Coreia 2015 e campeã brasileira em 2016 por meio de uma parceria entre a Marinha do Brasil e o Flamengo.

Na inauguração do Parque Aquático, o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Luiz Lima, nadou com crianças do programa Forças no Esporte e com Djan Madruga, atleta brasileiro que conquistou o bronze no revezamento 4 x 200m livre em Moscou 1980.

“Quando a gente investe nas Forças Armadas, não é exclusivamente nos militares. Tanto Marinha, Aeronáutica quanto Exército têm as suas instalações abertas para o desenvolvimento do esporte nacional”, disse Luiz Lima.

Embarcações

Também foram entregues, nesta sexta, 90 embarcações, em quatro tamanhos, adquiridas pela Marinha do Brasil para utilização no apoio às provas aquáticas dos Jogos Rio 2016 (vela, remo, canoagem, natação do triatlo e maratona aquática), transportando árbitros, profissionais de imprensa e recursos para logística. Após a participação nos Jogos, as embarcações retornarão à Marinha, ficando como legado na segurança e na preservação da soberania no mar.

As embarcações fazem parte do investimento de R$ 100 milhões do Ministério do Esporte para equipamentos e materiais esportivos, que estão sendo adquirido em parceria com o Ministério da Defesa para a realização dos Jogos.

Bolt no Cefan

Além das instalações entregues ao Comitê Rio 2016 para o treinamento oficial de vôlei, futebol e polo aquático, outras estruturas serão usadas na aclimatação de delegações estrangeiras, como resultado de acordos bilaterais entre o Cefan e esses times. A pista de atletismo será palco de treinamento da equipe da Jamaica, que conta com o bicampeão olímpico Usain Bolt.

“É sempre uma grande expectativa. É um grande ídolo, representa uma chance de aquisição de conhecimento para os nossos técnicos e atletas, e uma fonte de inspiração para crianças dos nossos projetos de base”, afirmou Carlos Chagas.

Estarão ainda no Cefan a equipe de boxe de Cuba, o time de futebol feminino da Nova Zelândia e as equipes de atletismo, boxe taekwondo e lutas associadas de Porto Rico. O basquete em cadeira de rodas do Canadá também fará aclimatação no centro.

Com informações do Ministério do Esporte

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]