Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 22 de julho de 2016

PAMB-RJ apoiará usuários de NVG que atuarão nas operações noturnas durante Olimpíada



Os óculos de NVG são usados por pilotos e tripulantes em operações noturnas

O Parque de Material Bélico da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAMB-RJ), ministra no período de 04 a 22 de julho o curso de Manutenção e Calibração de equipamentos de visão noturna, mais conhecido como NVG (no inglês, Night Vision Goggles).

Essa edição do curso tem como principal objetivo capacitar os militares para apoiarem os usuários do NVG que atuarão diretamente na defesa do espaço aéreo brasileiro durante as operações noturnas que serão realizadas no período dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

"Além de atuar como tripulante operacional do H60-L Black Hawk nas diversas missões realizadas pelo Esquadrão Harpia (7º/8º GAV), atuarei também na manutenção e calibração dos óculos de visão noturna das unidades de Aviação da Base Aérea de Manaus (BAMN), possibilitando que o NVG seja utilizado na segurança dos Jogos Olímpicos, visto que é de fundamental importância que os mesmos estejam perfeitamente manutenidos e calibrados", ressalta o Sargento Sá Freire, um dos alunos.


Durante as Olimpíadas, esquadrões de caça e de asas rotativas poderão utilizar o NVG em suas missões noturnas.

Preparo constante - O curso é ministrado duas vezes por ano e teve sua primeira edição em 2011. Um dos objetivos é descentralizar do PAMB-RJ a manutenção semestral e evitar os custos de transporte e o tempo de deslocamento desses itens entre os diversos operadores e o PAMB-RJ.

Dividido em duas etapas, teórica e prática, o curso tem como objetivo capacitar militares mantenedores do Sistema de Material Aeronáutico e Bélico da Força Aérea Brasileira (SISMAB) para executarem os serviços de assistência técnica e manutenção dos equipamentos de visão noturna das Organizações Militares em que atuam.

Como funciona - Por meio do aproveitamento da luz da lua e das estrelas, o NVG aumenta em até 50 mil vezes a percepção da luminosidade do ambiente, e permite aos pilotos e tripulantes a operação noturna a partir de referências visuais do terreno.

Fonte: PAMB-RJ
Edição: Agência Força Aérea

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]