Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 18 de setembro de 2016

Ataque da coalizão dos EUA atinge militares sírios



Ataque da coalizão dos EUA atinge militares sírios

Rússia afirma que 62 soldados das tropas de Assad morreram e cem ficaram feridos. EUA confirmam ataque e dizem que verdadeiro alvo eram combatentes do "Estado Islâmico".

O Ministério da Defesa da Rússia afirmou neste sábado (17/09) que 62 soldados das forças do presidente Bashar al-Assad foram mortos num ataque aéreo da coalizão liderada pelos Estados Unidos que atingiu uma base militar em Deir al-Zor, no leste da Síria. O regime sírio também denunciou o ataque.

Segundo os militares russos, a base estava cercada por combatentes do grupo jihadista "Estado Islâmico", que puderam avançar por causa da intervenção americana. Outros cem soldados do governo sírio ficaram feridos no ataque, conduzido por aeronaves que vieram da fronteira com o Iraque, afirmou o Ministério russo da Defesa.

Horas depois, os Estados Unidos afirmaram que interromperam "imediatamente" uma missão contra o "Estado Islâmico" no leste da Síria depois de terem sido informados pela Rússia de que teriam atingido forças do governo sírio.

Os militares americanos disseram que não atacariam intencionalmente uma unidade militar da Síria. Até então não havia relatos de que os Estados Unidos tivessem atacado forças de Assad.

Desde esta segunda-feira vigora um cessar-fogo na Síria, acertado pelos Estados Unidos e pela Rússia. A trégua se mantém apesar de inúmeros relatos, de ambos os lados, de que ela estaria sendo desrespeitada.

DW - Deutsche Welle

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]