Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Oito novidades exibidas no fórum Army-2016



Nikolai Litôvkin, Gazeta Russa

Mais de 11 mil itens militares foram expostos em evento nos arredores de Moscou.

01. Bomba aérea Drel

Com 540 kg, essa bomba planadora (com superfícies aerodinâmicas para poder planar) pode atingir alvos a uma distância de 30 km.

Guiada por radar e infravermelho, é usada para destruir veículos blindados, postos de comando e fontes de abastecimento inimigas.

Opera independentemente de interferências humanas ou naturais.


02. Robô Soratnik

É um sistema que oferece apoio de fogo a tropas, patrulhando e resguardando uma determinada área. O robô é controlado remotamente, e suas novas atualizações não exigirão qualquer intervenção humana.

Pode ser equipado com armas de fogo leves, porém, sua estrutura básica já dispõe de um rifle AK-74M e um fuzil semiautomático Dragunov.


03. Sistema de artilharia autopropulsada Floks

É o primeiro sistema de artilharia autopropulsada russo com um canhão de calibre 120 mm. Combina as funções de arma de longo alcance, obus e morteiro, sendo capaz de disparar contra posições inimigas a uma distância de 100 metros a 10 km.

Possui um módulo de combate remoto com uma metralhadora Kord, de calibre 12,7 mm, instalada em seu teto.


04. Robô de ataque Uran-9

Esse robô realiza missões de reconhecimento e fornece apoio de fogo para as tropas, além de apto para operações contra terroristas.

Tem uma arma automática de 30 mm, metralhadora de calibre 7,62 mm, bem como mísseis guiados antitanque Ataka.

Além disso, o robô pode operar a uma distância de 3 km em relação ao operador.

Até o final de 2016, cinco modelos desses entrarão em serviço nas Forças Armadas russas. Cada um deles é composto por quatro estruturas de combate: um robô de reconhecimento ou apoio de fogo, um posto móvel, e dois carregadores de energia.


05. Veículo de defesa aérea Gibka-S

O sistema é destinado a proteger unidades militares de aeronaves inimigas em altitudes baixas e superbaixas – 500 e 150 metros, respectivamente. É equipado com o mais recente sistema de mísseis portáteis terra-ar Verba.


06. Metralhadora portátil RPK-16

A nova RPK-16 para cartuchos de 5,45 milímetros é uma atualização da metralhadora soviética RPK-74 e agora pesa apenas 4,5 kg. Além disso, o novo modelo possui um trilho Picatinny, o que possibilita usá-lo com qualquer tipo de mira.

Segundo seus criadores, a metralhadora pode ser usada para fazer disparos únicos e atingir alvos de 20 cm de diâmetro a uma distância de 300 a 400 metros (por suas características técnicas e táticas, pode atingir inimigos a 800 metros).


07. Robô de reconhecimento Vikhr

O robô de ataque e reconhecimento Vikhr foi criado com base no veículo de combate de infantaria BMP-3. O sistema, que pode operar sobre chassis com rodas ou lagartas, traz uma canhão de 30 mm e uma metralhadora de 7,62 mm, bem como mísseis antitanque Kornet-M.

Em modo automático, o robô é capaz de detectar, capturar ou rastrear alvos, e os disparos podem ser feitos mediante decisão do operador.

Graças a uma câmera de alta definição e outra termográfica, o Vikhr pode operar a qualquer hora do dia ou da noite.


08. Veículo blindado anfíbio BT-3F

O novo anfíbio para transporte de militares pode acomodar até 12 paraquedistas e pode suportar disparos de metralhadora pesada de calibre 14,5 mm KPVT a uma distância de 200 metros.

Em seu teto, o BT-3F possui um módulo de combate remoto com uma metralhadora de 7,62 mm equipado com televisão e visor térmico.

Prevê-se que, no futuro, a torre poderá acomodar uma metralhadora de 12.7 ou 14,5 mm, bem como um lançador de granadas de 30 ou 40 mm.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]