Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

ABIN participa de ações na fronteira com a Venezuela



Superintendência da Agência em Roraima integra a Operação Curare e está atuando na questão da migração de venezuelanos

A ABIN está atuando em ações de grande impacto na fronteira do Brasil com a Venezuela, em questões envolvendo a Operação Curare VII e o crescente fluxo migratório de venezuelanos por Paracaima/RR.

O trabalho da Agência de acompanhamento do fluxo migratório ganhou força nesta semana com a criação do Gabinete Integrado de Gestão Migratória, pelo Governo de Roraima. A ABIN é um dos órgãos integrantes do grupo que alinhará ações de acolhimento.

Antes, a Superintendência Estadual (SERR) da ABIN no estado já havia tomado a iniciativa de organizar encontros entre instituições federais e estaduais para dimensionar o fluxo de pessoas que está entrando no país por Pacaraima.

“Uma das maiores carências envolvendo o caso está em levantar números sobre a entrada dos venezuelanos. Boa parte do fluxo não se enquadra nos registros migratórios ou nos pedidos de refúgio”, comenta o superintendente substituto da SERR.

Curare

A Superintendência Roraima também integra a Operação Curare VII. A ação, coordenada pelo Exército, combate ilícitos e crimes ambientais nas fronteiras de Roraima. Toda a faixa de fronteira do estado está sendo patrulhada.

A SERR atua na fase prévia da operação. A unidade tem fortalecido a troca de informações com o Exército e dados de interesse são utilizados para subsidiar as ações nas fronteiras.

Operação Curare VII é coordenada pelo Exército

Agência Brasileira de Inteligência (ABIN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]