Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Contingente Brasileiro utiliza modernos sistemas de comunicações para operações no sul do Haiti



Brasília, 8/11/2016 – O Batalhão Brasileiro de Infantaria de Força de Paz (BRABAT) da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH) tem empregado modernas tecnologias para o melhor desempenho dos sistemas de Comando e Controle das tropas, que estão prestando ajuda humanitária no sul do país, após a passagem do Furacão Matthew.

São utilizados rádios HF (Falcon II), repetidoras, Sistema Rádio Digital Troncalizado, Sistema de Comunicações Militares por Satélite (SISCOMIS) e programas disponíveis na rede mundial de computadores, como o Life360, que permite o acesso à localização de tropas nos deslocamentos entre as diferentes bases ocupadas na área de operações do batalhão.


Os equipamentos têm facilitado a tomada de decisão e o controle das ações por parte do Comando do BRABAT e a ampla coordenação da Missão das Nações Unidas com o Ministério da Defesa e com o Comando do Exército Brasileiro, durante todo o período das operações.

Apoio do Comando de Comunicações e Guerra eletrônica

Além da manutenção na rede lógica de computadores e do Sistema Rádio Digital Troncalizado (SRDT), especialistas do Comando de Comunicações e Guerra eletrônica do Exército Brasileiro (CCOMGEx) realizaram a instalação de antenas e equipamentos para aumentar o alcance das comunicações do BRABAT.


No período de 18 de outubro a 4 de novembro, as atividades contaram com técnicos especializados de empresa civil brasileira para a manutenção dos equipamentos de comunicações nas dependências do batalhão e nos sítios de antenas de Obleon e Boutellier, situados na área da capital, Porto Príncipe.

Os trabalhos de manutenção contribuirão para o futuro desdobramento das tropas por ocasião da realização do primeiro turno das eleições presidenciais no Haiti, previsto para o dia 20 de novembro deste ano.

Fuzileiros Navais encerram preparação para o Haiti

A região dos municípios de Itaóca e Itaipava no estado do Espírito Santo foi palco na última etapa do adestramento dos 175 militares da Marinha do Brasil que irão compor o 25º Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).

Nesta fase, a tropa realizou diversas atividades com o objetivo de tornar o exercício o mais próximo da realidade vivenciada atualmente no Haiti, como por exemplo, a recente passagem do furacão Matthew. Durante o treinamento, ocorrido entre 31 de outubro e 5 de novembro, foram utilizados helicópteros, com desembarque dos fuzileiros por meio de cordas (fast rope) em ações de "Força de Reação Rápida" (QRF, em inglês), além de patrulhas em embarcações realizadas na Lagoa Sete Pontas, em Itaóca.

Os integrantes do 25º Grupamento vão substituir os fuzileiros navais que se encontram hoje naquele país caribenho. O contingente é formado em sua maioria por militares que participaram de atividades relacionadas à Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e da segurança de grandes eventos, como os Jogos Olímpicos Rio 2016. O embarque da tropa ocorrerá, gradualmente, entre os dias 28 de novembro e 10 de dezembro.

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]