Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Segunda Esquadra Naval no Maranhão


O governador Fávio Dino reiterou ao Almirante o interesse do Maranhão em receber a segunda esquadra, destacando o impacto econômico e social que terá para o estado. Foto: Gilson Teixeira/Secap


A posição geográfica estratégica e a importância marítima nacional do Maranhão motivou a visita do comandante da Marinha do Brasil, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, ao governador Flávio Dino. O encontro ocorreu na manhã deste sábado (19), no Palácio dos Leões, e teve como pauta principal a instalação da Segunda Esquadra da Marinha no estado, que terá forte impacto econômico e social para os maranhenses.

Na última quinta-feira (17), o governador Flávio Dino já havia recebido a visita do Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster, para tratar sobre a instalação da Segunda Esquadra, um megaempreendimento que integra o planejamento da Estratégia Nacional de Defesa. A estrutura implicará a transferência para a região da capital maranhense de pelo menos 6 mil militares. Considerando os familiares, no total, o estado receberá mais de 12 mil pessoas diretamente ligadas à base da nova esquadra.

O governador Flávio Dino explicou que esse conjunto de visitas se insere em uma ação do Governo do Estado, de outros órgãos de representação estatal e da sociedade do Maranhão em torno da luta pela instalação da Segunda Esquadra da Marinha no Maranhão. “É um projeto estratégico, importante para o Brasil. Já há uma definição técnica nesse sentido. É claro que sabemos que a crise econômica brasileira adiou uma série de projetos, infelizmente, mas nós continuamos tratando dos passos concretos para chegarmos até lá”, destacou.

Ele explicou que nessa reunião, o Governo do Estado tratou, especificamente, dos passos necessários para a implantação da Segunda Esquadra, e foi muito importante a definição do comandante no sentido de, progressivamente, haver uma ampliação da presença da Marinha no Maranhão, em razão da importância econômica, da movimentação portuária, da segurança da navegação e pelas múltiplas funções que hoje o Maranhão exerce nesse setor.

“E esses passos todos vão se encadeando exatamente no objetivo final que é o investimento de cerca de R$ 3 bilhões quando eles finalmente se concretizarem. Uma visita muito produtiva, portanto, e que se insere nessa visão estratégica da busca de parceiros para o desenvolvimento do Maranhão”, enfatizou Flávio Dino a respeito da instalação da Segunda Esquadra no estado.

Para a Marinha, a escolha pelo Maranhão é técnica e levou em conta a estrutura portuária, as condições de navegabilidade na Baía de São Marcos, a grande variação de marés e as características do litoral – reentrâncias e profundidade do canal marítimo. Todos esses parâmetros foram considerados favoráveis para operar embarcações 24 horas por dia, como exige o projeto da Força Naval.


O Almirante Leal Ferreira enfatizou essas potencialidades do Maranhão durante a reunião com o governador e enalteceu o interesse da Marinha de crescer a sua presença no estado. “É uma área que estrategicamente tem muitas condições favoráveis a uma instalação futura quando a gente tiver condições de uma base naval aqui. O plano maior, em longo prazo, seria a Segunda Esquadra”, pontuou o comandante, que enfatizou a vocação exportadora e a presença já existente da Marinha no estado.

“Acho que foi uma conversa muito agradável, o governador deu bastante apoio à Marinha. É um amigo que a Marinha tem na região. E por isso eu estou voltando para Brasília muito satisfeito e certo de que a Marinha estará cada vez mais presente no estado do Maranhão”, finalizou o Almirante Leal Ferreira. Conteúdo: blog Maranhão Maravilha

Portal AZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]