Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Após Índia, T-90SM será exportado para América Latina



Andrés González, especial para Gazeta Russa

Veículo com mais de 450 unidades vendidas para a Defesa indiana deve ter o Peru como seu próximo destino. T-90 é considerado um dos cinco melhores tanques do mundo.

O governo do Peru planeja adquirir tanques de exportação russos T-90SM de última geração, segundo informou o especialista militar do “Izvêstia”, Dmítri Litóvkin. Em novembro passado, o Ministério da Defesa da Índia comprou 464 unidades do mesmo modelo.

“O próximo cliente da empresa russa Uralvagonzavod pode ser Peru. O T-90SM é uma versão profundamente modernizada do T-90 e está um passo atrás do Armata”, disse Litóvkin à Gazeta Russa.

“O contrato com a Índia é avaliado em 2 bilhões de dólares, então, é possível deduzir que o preço de cada veículo gira em torno de 4,3 milhões”, acrescentou Litóvkin.

Segundo o especialista, o principal tanque de combate das tropas terrestres peruanas é o T-55, e o governo está contemplando a possibilidade de consertar e modernizá-los.

A cooperação técnico-militar entre a Rússia e Peru tem mais de quatro décadas, mas nos últimos anos sofreu um impulso significativo; entre 2002 e 2015, foram assinados contratos em um valor superior a US$ 700 bilhões.

Um dos melhores, segundo os EUA

A revista norte-americana “The National Interest” incluiu o tanque T-90 na lista dos cinco melhores do mundo. Os veículos norte-americano Abrams e o alemão Leopard também figuram nessa mesma relação.

Segundo o analista militar Kyle Mizokami a principal vantagem do T-90 é o alcance de seu canhão D-81 TM (2A46), cujo calibre é de 125 milímetros.

A “The National Interest” destaca também que o sistema de controle de disparo do tanque russo leva em conta uma multiplicidade de fatores, entre eles dados referentes à deformação do cano devido ao aquecimento durante os disparos.

Visita à fábrica e passeio de tanque
A Uralvagonzavod, um dos maiores fabricantes de tanques do mundo, lançou em abril deste ano um projeto de turismo industrial militar chamado Voyentur. A ideia é que os clientes possam visitar a fábrica de Níjni Taguil (a 1.700 km de Moscou), onde os T-90 são fabricados, além de entrar em uma área de acesso restrito.

Segundo os organizadores do projeto, os visitantes podem observar em primeira mão a produção de tanques russos e visitar o Museu de Tanques, onde é exibida toda a linha de tanques russos desde o soviético T-34 às versões modernizadas do T-90, bem como vários modelos de armaduras de tanques, mísseis e etc.

Na última etapa do programa, os turistas assistem a uma aula com a tripulação de um T-90 e dão um volta em um tanque real. Durante a excursão, é oferecida ainda uma degustação da culinária militar.

O passeio, projetado para grupos de até 25 pessoas, custa US$ 5.500.

Um comentário:

  1. Achei um pouco alto o valor dos contratos...700 Bilhões de dólares?!?! Não seria outra o moeda ou dois zeros a menos?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]