Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

domingo, 4 de dezembro de 2016

Em telefonema, ministro Jungmann agradece apoio do ministro da Defesa da Colômbia e do prefeito de Medelin



Recife, 02/12/2016 – O ministro da Defesa, Raul Jungmann, conversou por telefone, no início da noite desta sexta-feira (2), com o ministro da Defesa da Colômbia, Luís Carlos Villegas Echeverri, para agradecer o apoio do governo colombiano aos familiares e às vítimas do trágico acidente aéreo ocorrido em Medelin que matou 75 brasileiros, entre técnicos e jogadores da Associação Chapecoense de Futebol (ACF) e jornalistas. Antes, Jungmann fez a mesma manifestação em ligação ao prefeito de Medelin, Frederico Gutierrez, e ao diretor da Polícia Nacional da Colômbia, Jorge Ernando.

“Liguei para o ministro Echeverri e para o prefeito Gutierrez para externar o agradecimento do governo e da sociedade brasileiros pelo apoio e solidariedade da Colômbia e da cidade de Medelin. Eles nos disseram que Brasil e Colômbia estão unidos num só coração. Para o comandante da Polícia Nacional, destaquei a eficiência e competência como atuaram neste triste episódio”, destacou Jungmann.

No início da noite desta sexta-feira, três aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) começaram a decolar de Medelin, na Colômbia, com destino a Chapecó (SC), com os 56 corpos das vítimas do acidente aéreo da delegação da Chapecoense.

Desde o dia do acidente, ocorrido na última terça-feira (29/11), o ministro Jungmann e o comandante Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Rossato, mobilizaram esforços no sentido de assegurar todo o tipo de apoio logístico para os familiares das vítimas, além da colaboração com as investigações da tragédia.

Mesmo cumprindo agenda em Cannes, na França, o ministro manteve contato constante com o embaixador do Brasil na Colômbia, Júlio Bitelli, para assegurar todo o apoio aos familiares das vítimas.

Na volta, as aeronaves farão escala em Manaus e têm previsão para chegada à Chapecó na manhã deste sábado (03/12).

Em cada avião, estarão embarcados oito tripulantes. Também está confirmada a presença de dois membros do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) que viajam a convite do Grupo de Investigação de Acidentes Aéreos (GRIAA), da Colômbia.

Cada técnico participa da investigação como representante acreditado, profissional designado pelo Estado Brasileiro para acompanhar o processo sob responsabilidade das autoridades locais.

Todo o trâmite para o transporte dos corpos pelas aeronaves da FAB foi feito pelo adido de Aeronáutica na Colômbia, Coronel Jefferson César Darolt.

Na terça-feira, um avião C-99 decolou do Rio de Janeiro. Antes de seguir para Medellín, foram realizados embarques em São Paulo e Brasília, além de duas paradas técnicas. No total, foram transportados 24 passageiros, entre eles, representantes dos Ministérios das Relações Exteriores, dos Esportes e da Saúde, além de membros da Polícia Federal e da Prefeitura de Chapecó.

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]