Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Em fase de testes, KC-390 faz reabastecimento em voo



Futuro cargueiro da FAB realiza primeiro procedimento de REVO em caças

Voo do KC-390 como tanker e de caças F-5M como receivers aconteceu em Santa Cruz, na Ala 12.


A primeira missão de reabastecimento em voo do futuro cargueiro da Força Aérea Brasileira (FAB), o KC-390, foi realizada com sucesso. Desde o dia 1º de fevereiro até esta quarta-feira (22/02), militares da FAB e profissionais da Embraer trabalharam juntos em mais uma campanha de ensaios em voo, dessa vez para teste do WARP, sigla em inglês para Wing Air Refulling Pod. O equipamento fica localizado abaixo das asas do cargueiro e é responsável pelo funcionamento da mangueira de reabastecimento, que tem 30m de comprimento. Como receivers, foram utilizados caças F-5M.


Embora, dessa vez, o contato tenha sido em seco, ou seja, sem efetiva transferência de combustível, todos os demais procedimentos envolvidos no REVO foram efetivados. Raphael Leme, líder da engenharia de ensaios em voo do KC-390, explica que esse é um teste importante, já que se trata do primeiro tanker produzido pela Embraer. “Estamos trabalhando com o fator novidade”,afirma. Ele explica, ainda, que o principal aspecto a ser testado é a capacidade do software do WARP de tensionar a mangueira: ela não pode formar ondas, tampouco se pode permitir aquilo que se chama de ‘mangueira morta’, quando não há sustentação.

Outro desafio enfrentado nesse ensaio é que, quando há duas aeronaves em contato, é preciso encontrar parâmetros comuns para se montar o perfil de voo. Nos ensaios, os voos são realizados no chamado ‘envelope’ da aeronave, ou seja, dentro das condições mais críticas do avião no que se refere à velocidade e à altitude mínimas e máximas. “Como o F-5M e o KC-390 possuem envelopes diferentes, é preciso encontrar um terceiro envelope, fruto das interseções entre as duas aeronaves, para realizar o reabastecimento”, explica o Tenente-Coronel Fernando Benitez Leal, gerente técnico do programa KC-X.

O Major Kildary Sena, piloto de ensaios que comandou um F-5M durante um dos voos de REVO, explica algumas especificidades da nova aeronave, como a capacidade de reabastecer e de ser reabastecido e também de reabastecer helicópteros. “Outros aspectos que fazem diferença são o sistema de pilotagem fly-by-wire e o motor turbofan – como aqueles usados na aviação comercial”, afirma. Eles fazem com que o avião tenha mais estabilidade e o ar saia menos turbulento para as aeronaves que estão atrás, ainda que em uma velocidade mais alta.

Próximos passos – O cronograma de término da campanha de ensaios do KC-390 vai até final de 2018. Atualmente, há dois protótipos realizando testes em voo, em paralelo, e um terceiro está em fase de finalização de montagem. Ao todo, serão mais de 2 mil horas de voo para realização dos testes de desenvolvimento e certificação.

Agência Força Aérea, por Ten Gabriélli Dala Vechia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]