Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Equipe da ONU avalia capacidade do Brasil para novas Missões de Paz



Brasília, 25/04/2017 – Uma equipe das Organizações das Nações Unidas (ONU), encarregada de avaliar tropas para novas Missões de Paz, iniciou inspeção em organizações militares brasileiras com o objetivo de direcionar as Forças Armadas do Brasil para novas operações, após a saída dos militares do Haiti. A inspeção começou nas cidades de Manaus (AM) e Porto Velho (RO), onde os inspetores avaliaram cinco aeronaves militares (C-105 Amazonas, dois H-60 Black Hawk e dois A-29 Super Tucano) de esquadrões da Força Aérea Brasileira (FAB).


Essa avaliação in loco pode elevar o País ao nível 3, que caracteriza a aprovação da ONU e o início de negociação por meio de memorando de entendimento, com a definição da missão a ser atribuída. O Brasil atualmente está no nível 1, ao oferecer suas capacidades (tropas e meios) para verificação da organização. A visita caracteriza o nível 2, quando se avalia pessoal, disponibilidade de equipamentos e padrão de treinamento.

A presença da comitiva da ONU visa assessoramento e avaliação das capacidades ofertadas pelo Brasil ao United Nations Peacekeeping Capability Readiness System (UNPCRS), programa relativo ao emprego das Forças Armadas em Missões de Paz.


Segundo o chefe da comitiva das Nações Unidas, o coronel Humayun Chohan Zia, o Brasil é um dos países que tem oferecido considerável contribuição à ONU, como apoio ao Haiti (MINUSTAH) e também com grandes representações individuais em inúmeras missões, como staff e observadores. “O Brasil tem grande possibilidade de empregar meios aéreos na África e em outras missões”, afirmou.

Para o subchefe de Operações de Paz do Ministério da Defesa, o almirante Rogério Ramos Lage, o ministério sempre atua no sentido de mostrar à ONU que o Brasil possui condições de apresentar tropas, material e pessoal para o emprego em Missões de Paz. “Tenho orgulho de mostrar nossa capacidade de cumprimento e atendimento aos compromissos assumidos diante dessa organização e à comunidade internacional”, avaliou.

Inspeção da ONU

As atividades dos inspetores da ONU foram acompanhadas por militares do MD, do Centro Conjunto de Operações de Paz no Brasil (CCOPAB), do Comando de Preparo (COMPREP) e do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER). No Esquadrão Arara (1º/9º GAV), a equipe conheceu o C-105 Amazonas.

Parte da comitiva da ONU segue com a visita aos esquadrões aéreos da FAB até quarta-feira (26), com vistoria as unidades aéreas em Manaus, no Esquadrão Harpia (7º/8º GAV), com os helicópteros H-60L Black Hawk.

Nesta terça-feira (25), o grupo esteve em Porto Velho (RO), onde está sediado o Esquadrão Grifo (2º/3º GAV), com aeronaves de caça A-29 Super Tucano.

A avaliação da ONU continua durante o Exercício Avançando de Operações de Paz (EAOP), realizado até 28 de abril pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), em Caçapava (SP). O exercício irá certificar o 26º Contingente Brasileiro (CONTBRAS) que embarca para Porto Príncipe, capital do Haiti, no próximo mês.

Os militares ficarão naquele país até 15 de outubro, quando haverá a substituição da MINUSTAH pela Missão das Nações unidas de Apoio à Justiça no Haiti (MINUJUSTH). O encerramento da missão foi definido pela ONU neste mês.

Outro inspetor do UNPCRS realizará, ao mesmo tempo, avaliação de uma unidade médica estabelecida na Base de Apoio Logístico do Exército, no Rio de Janeiro (RJ). Ainda haverá parte da comitiva da ONU, ao final da visita, no Grupamento de Fuzileiros Navais de Itaoca (ES), tropa que também participa do CONTBRAS.

Com informações da Agência Força Aérea e do Ministério da Defesa

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]