Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

sexta-feira, 14 de abril de 2017

ONU decide encerrar missão de paz no Haiti em outubro



Brasília, 13/04/2017 – Após 13 anos atuando em missão de paz no Haiti, as Forças Armadas do Brasil iniciam o planejamento para a saída daquele país situado na costa caribenha. Isso porque o Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) concordou, nesta quinta-feira (13), pela substituição da MINUSTAH por uma força de caráter policial. Ficou estabelecido que, até o dia 15 de outubro, a missão será concluída.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, já havia comentado, recentemente, sobre esta possibilidade de decisão da ONU. Hoje, Jungmann explicou que, no próximo mês de maio, o Brasil enviará para o Haiti o 26º contingente com aproximadamente 970 militares. “Com a saída do Haiti, o governo brasileiro analisará outras possibilidades de participação de nossas Forças Armadas em novas missões de paz”, disse o ministro.

Assim, os denominados capacetes azuis serão substituídos pela Missão das Nações unidas de Apoio à Justiça no Haiti (MINUJUSTH), composta de sete unidades de aproximadamente 980 agentes e 295 oficiais. Essa nova missão deve durar pelo período de dois anos.

A Minustah havia sido implementada em 2004 após a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide, para tentar controlar um ambiente marcado pela violência. Até o encerramento da missão, o Brasil terá enviado cerca de 37,5 mil militares das Forças Armadas. Os dois últimos contingentes em 2017 perfazem 1.940 militares.

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]