Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quinta-feira, 22 de março de 2018

Fragata “Independência” assume como novo capitânia da Força-Tarefa Marítima no Líbano


Brasília, 21/03/2018 - A Marinha do Brasil comanda, desde fevereiro de 2011, a Força-Tarefa Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL). E em continuidade à participação brasileira na missão, no último dia 15, em cerimônia no porto de Beirute, a Fragata “Independência” assumiu como novo capitânia da Força. Até setembro, irá impedir a entrada, em território libanês, de armas ilegais e contrabandos, além de prestar apoio para o desenvolvimento da Marinha do Líbano.


A Fragata substituiu a Corveta “Barroso”, que concluiu com êxito também um período de seis meses naquela área marítima.

O evento contou com as presenças do embaixador do Brasil no Líbano, Jorge Geraldo Kadri; do comandante em Chefe da Esquadra, almirante Alipio Jorge Rodrigues da Silva, do comandante da FTM, almirante Eduardo Machado Vasquez, e de representantes da Marinha do Líbano e do Ministério da Defesa, além de autoridades locais.


A FTM-UNIFIL é composta por um Estado-Maior multinacional e sete navios, de seis diferentes nacionalidades: Alemanha, Brasil, Bangladesh, Grécia, Indonésia e Turquia. Os navios e militares brasileiros tem demonstrado o comprometimento do Brasil com a manutenção da paz na região.

A FRAGATA INDEPENDÊNCIA

A “Independência” é a quinta de uma série de 6 fragatas da classe Niterói, ordenadas em 20 de setembro de 1970 como parte do Programa de Renovação e Ampliação de Meios Flutuantes da Marinha, e a primeira construída pelo Arsenal de Marinha no Rio de Janeiro (AMRJ). Seu deslocamento carregado é de 3 mil e 800 toneladas e suas dimensões são: 129.2 m de comprimento, 13.5 m de boca e 5.9 m de calado.

A Fragata “Independência” desatracou da Base Naval do Rio de Janeiro no dia 28 de janeiro e fez escalas logísticas nos portos de Natal, no estado do Rio Grande do Norte; Praia, em Cabo Verde; e Toulon, na França, antes de chegar às águas libanesas.


A MISSÃO

A Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL) foi estabelecida pelo Conselho de Segurança da ONU em 1978, após a invasão israelense no Líbano.
Inicialmente, a força foi criada para garantir a retirada das forças de Israel do território libanês, restaurar a paz e a segurança na região e auxiliar o governo do Líbano a reestabelecer sua autoridade no local.

A missão foi amplamente reforçada após os confrontos de 2006, com a finalidade de garantir a manutenção do cessar das hostilidades entre Israel e o grupo libanês Hezbollah.
Hoje, a UNIFIL é encarregada de garantir que o rio Litani e a região conhecida como “Linha Azul”, área que separa Israel e Líbano, estejam livres de armamentos, pessoas e ativos não autorizados. Ela também auxilia as Forças Armadas Libanesas em suas responsabilidades referentes à segurança.

Por Comandante Cleber Ribeiro

Fotos: Subchefia de Operações de Paz/MD e Suboficial Ernandizo/Com3ºDN

Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]