Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

10 de maio de 2024

Aeronaves A-1M realizam mapeamento de estruturas em risco no RS

A pronta resposta do Esquadrão Poker (1°/10°) resultou em 13 barragens e três pontes avaliadas

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou, nesta quinta-feira (09), missão de Reconhecimento Aéreo em apoio à Operação Taquari 2, acionada no Rio Grande do Sul. A ação foi cumprida pelo Primeiro Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (1°/10° GAV) - Esquadrão Poker, com duas aeronaves A-1M, uma para sensoriar os alvos do setor central, norte e oeste do estado e outra para sensoriar alvos na região da Serra (Bento Gonçalves e Canela).

Em atendimento à solicitação do Comando Conjunto da Operação Taquari 2, as aeronaves foram rapidamente preparadas e decolaram para cumprir a missão por volta das 17h. A pronta resposta do Esquadrão resultou em 13 barragens e duas pontes avaliadas.


“Esse monitoramento nas estruturas é primordial para o momento que o Sul se encontra hoje. Os vetores conseguem fazer uma visão aérea de uma ampla área, com uma resolução de imagens bastante detalhada que permitirá com que a Defesa Civil e demais órgãos façam uma análise bastante minuciosa da estrutura, nível de água e da capacidade das barragens”, informou o Comandante do Esquadrão Poker, Tenente-Coronel Aviador Edgar Barcellos Carneiro.

O Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), sediado em Brasília (DF), atua na coordenação dos meios aéreos empregados na Operação Taquari II. De uma maneira integrada e remota, efetua o planejamento, o acompanhamento e o controle de todas as operações aéreas efetuadas nas áreas de enchente.

Saiba mais

A aeronave A-1M é especializada no emprego de ar solo e reconhecimento tático, podendo cumprir uma grande área no Estado em pouco tempo.

Atuação da FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB), no âmbito do Comando Conjunto Ativado para a Operação Taquari 2, tem atuado em diversas frentes no apoio às vítimas da enchente no Rio Grande do Sul. As ações iniciaram na terça-feira (30) com resgates de pessoas ilhadas e estendem-se a atendimentos de saúde, transporte de equipes de resgate e materiais, campanha de arrecadação de donativos, coordenação de meios aéreos e outras.

Força Aérea Brasileira (FAB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]