Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

IEAV participa da análise da assinatura infravermelha do helicóptero de combate AH-2 Sabre da Força Aérea


Tecnicamente, a assinatura no infravermelho (AIV) de uma aeronave é a “distribuição espacial da intensidade radiante em função do ângulo de aspecto” emitida pela aeronave na banda que compreende comprimentos de onda da região denominada infravermelho do espectro eletromagnético. Mas, em outras palavras, para simplificar, nada mais é do que o calor que a aeronave emite e que varia de acordo com o ângulo em que ela é olhada.

Tal informação é tida como de extrema relevância para militares e civis, uma vez que existem mísseis que usam esse calor emitido para segui-las e atingi-las. No caso de helicópteros, a principal ameaça é denominada “míssil de ombro”, o qual é disparado do solo em direção à aeronave.




Saber quanto e como esse calor da aeronave é emitido é importante para definir como o piloto deve reagir quanto for atacado por um terrorista ou por um traficante, por exemplo. Tecnicamente, é importante para definir doutrina de emprego da aeronave em cenários de combate no infravermelho. É útil, ainda, no planejamento de missões em que esse tipo de ameaça esteja presente.

É nesse contexto que foi realizada a medição da assinatura no infravermelho de um helicóptero de combate AH-2 Sabre do 2o/8o Grupo de Aviação (Base Aérea de Porto Velho), em conjunto com o Instituto de Aplicações Operacionais – IAOp/COMPREP, Instituto de Aeronáutica e Espaço, Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo, entre outras.

O IEAv, por meio de seu pesquisador Francisco Sircilli Neto, participou não só das medidas, mas ainda das fases de definição da metodologia de medição, planejamento da execução da missão e da fase de avaliação e compilação dos dados obtidos. As atividades foram iniciadas em maio de 2018 e duraram em torno de 3 meses, até a confecção do relatório final.

Para o Diretor do Instituto de Estudos Avançados, Cel Av Lester de Abreu Faria, “a realização de uma campanha como essa nos traz não só a certeza de que estamos realmente preparados para analisar alvos complexos e gerar conhecimento não disponível no mundo, mas ainda, de que temos a sinergia e competências suficientes para trabalhar em equipe, de forma multidisciplinar e interoperar com diferentes Institutos, respeitando cada uma de suas particularidades e competências, e visando ao bem maior que é o sucesso e o fortalecimento da Força Aérea Brasileira”

Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]