Slider

Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira Foto: Ricardo Pereira

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Solenidade marca os 17 anos do DECEA


Cerimônia no RJ marca os 17 anos do DECEA

Durante o evento, militares e civis foram agraciados com o Destaque Operacional do DECEA

O Comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, presidiu a solenidade em comemoração aos 17 anos do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), no Rio de Janeiro (RJ), na quinta-feira (04/10). A cerimônia contou com a presença do Comandante-Geral do Pessoal, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez; do Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho, e do Comandante de Operações Aeroespaciais, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, entre outras autoridades.

O Diretor-Geral do DECEA, Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, iniciou seu discurso parabenizando os homenageados no evento, que receberam o reconhecimento por anos de bons serviços prestados à FAB, e os militares e civis agraciados com o Destaque Operacional do DECEA.

Em seguida, contou um pouco da história do controle do espaço aéreo brasileiro. "No decorrer do tempo, os investimentos em tecnologia e capacitação técnica, somados à excelência dos serviços prestados pela FAB, garantiram e garantem, até hoje, um sistema de navegação seguro, eficiente e de referência internacional", ressaltou.

Alinhado com a Concepção Estratégica Força Aérea 100 e, seguindo as diretrizes do Comandante da Força Aérea Brasileira, o DECEA tem realizado diversas ações. Como exemplo, pode ser citado o aprimoramento do Serviço de Vigilância do Serviço de Tráfego Aéreo (ATS), por intermédio da implantação da vigilância dependente automática por radiodifusão, conhecido como ADS-B, que será inaugurado em novembro, na Bacia de Campos, atendendo às orientações da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI).

Outra ação recente é a concentração dos Controles de Aproximação (APP) de São Paulo e Rio de Janeiro, que faz parte da viabilização do projeto Tracon Guaratinguetá. "Estamos trabalhando para viabilizar o primeiro projeto de torre remota do país a ser inaugurada na Ala 12, no Rio de Janeiro, que reduzirá custos e aumentará a segurança da navegação aérea", assegurou o Tenente-Brigadeiro Domingues.

Nesses 17 anos, o DECEA vem sendo atestado pela OACI, responsável pela regulação da atividade aérea internacional, como integrante do Grupo I do conselho. Logo, o Brasil é o país mais votado para continuar como membro desse conselho, recebendo 170 votos dos 192 países que compõem a OACI.

O Tenente-Brigadeiro Domingues destacou, ainda, o papel do efetivo do DECEA. "Somos uma instituição de biografia invejável e que transcende os limites territoriais, graças, sobretudo, a vocês que compõem o SISCEAB [Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro]. Somos todos Força Aérea", finalizou.

Fonte: DECEA, por Daisy Meireles

Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias - Revisão: Capitão Landenberger
Fotos: Luiz Eduardo Perez e Fábio Maciel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

[Fechar]